EVENTO

Manifestantes realizam evento das Diretas Já no Bairro do Recife

Movimento tem o apoio da CUT, Frente Brasil Popular e Frente Brasil Sem Medo

Da Editoria de Política
Da Editoria de Política
Publicado em 11/06/2017 às 17:08
Foto: Sergio Bernardo/JC Imagem
Movimento tem o apoio da CUT, Frente Brasil Popular e Frente Brasil Sem Medo - FOTO: Foto: Sergio Bernardo/JC Imagem
Leitura:

O Recife Pelas Diretas Já está começando ao lado do Paço Alfândega. Os shows do evento devem ir até meia-noite deste domingo (11/06), segundo o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Carlos Veras. “A nossa expectativa é de que cheguem mais pessoas no final da tarde”, conta, acrescentando que não faz previsão de quantas pessoas o evento deve receber. Somente nas redes sociais, confirmaram presença 1,5 mil pessoas. Inicialmente, os shows deveriam acabar as 22 horas, mas o início do evento atrasou um pouco. 

Os shows estão ocorrendo ao lado do Paço Alfândega, no Bairro do Recife. Pelo cartaz do evento, devem se apresentar: Marco Polo, Fábio Trummer, Canibal, Beth de Oxum, Banda Rossi, Juliano Holanda, Roger de Renor, Mônica Feijó, Fred Zero Quatro, entre outros. “Os artistas estão se organizando com o apoio da CUT, da Frente Brasil Popular e da Frente Povo Sem Medo. Acreditamos que não fere a Constituição uma PEC pelas Diretas Já”, defende. E acrescenta: "Alteraram os recursos para educação com uma PEC, alteraram a previdência. Por isso, acreditamos que também pode ocorrer diretas já se for aprovada uma PEC neste sentido". PEC é uma proposta de emenda à Constituição, a principal lei do País.

OUTRO LADO

Segundo alguns especialistas, caso o presidente Michel Temer (PMDB) deixe o cargo, o Congresso Nacional deveria eleger, de forma indireta, um novo chefe do executivo, porque isso está previsto na Constituição. 

Últimas notícias