2018

Silvio Costa e João da Costa querem criar Frente Ampla de Esquerda

Frente aglutinaria partidos oposicionistas de esquerda, como PT, PCdoB, PDT, Avante e PSOL, para formar proposta de governo nas eleições estaduais

Luisa Farias
Luisa Farias
Publicado em 21/08/2017 às 8:41
Divulgação
Frente aglutinaria partidos oposicionistas de esquerda, como PT, PCdoB, PDT, Avante e PSOL, para formar proposta de governo nas eleições estaduais - Divulgação
Leitura:

O vice-líder da oposição na Câmara dos Deputados, Silvio Costa (Avante; ex-PTdoB) e o ex-prefeito do Recife, João da Costa (PT) estiveram reunidos neste domingo para articular sobre a atuação de lideranças dos movimentos políticos, sociais e sindicais na agenda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no estado de Pernambuco. No encontro, eles também discutiram sobre a formação de uma Frente Ampla de Esquerda formada por partidos progressistas. 

O objetivo seria de aglutinar partidos do campo da esquerda que fazem oposição a Michel Temer (PMDB) e as reformas propostas pelo seu governo, como o PT, PCdoB, PDT, PCdoB e PSOL, para formar uma proposta única de governo na disputa das eleições estaduais de 2018. 

O encontro com o ex-prefeito faz parte de uma agenda de conversas de Silvio Costa com atores políticos da esquerda pernambucana. "Conversamos sobre a agenda do presidente Lula em Recife, Ipojuca e Granito (Araripe) e fizemos avaliações sobre os cenários políticos nacional e estadual atuais e as projeções para o próximo ano", disse João da Costa. 

Lula

Lula estará em Pernambuco nesta quinta (24) até o sábado (26), dentro da caravana "Lula pelo Brasil" pela região Nordeste. Condenado a 9 anos e seis meses de prisão pelo crime de corrupção e com outras quatro ações contra ele, Lula retorna ao seu reduto eleitoral para defender seu nome para as eleições de 2018. 

Já está confirmado em Recife o ato "Pela Democracia, pelos Direitos e por Lula", na próxima sexta-feira (25), no Pátio da Igreja de Nossa Senhora do Carmo, às 16h. Será uma manifestação contra o presidente Michel Temer e as reformas propostas pelo seu governo e pela realização de eleições diretas e de uma Assembleia Constituinte. O ato também sai em defesa do ex-presidente Lula, com o mote "Eleição sem Lula é golpe". 

O ex-presidente também deve ir a Suape, para um ato com metalúrgicos do complexo industrial. No seu governo, foram atraídos grandes empreendimentos, como o Estaleiro Atlântico Sul e a Refinaria Abreu e Lima. No sábado (26), ele deverá ir a Brasília Teimosa, onde terá reuniões com representantes de associações de pescadores e marisqueiros do bairro. 

"Entendemos que é preciso conversar mais com os movimentos sociais em todas as áreas. Quanto mais estiverem incorporados ao debate os movimentos sociais, mas fortalecida estará a frente de esquerda e a candidatura de Lula em 2018. Concordamos que é fundamental as ruas estarem presentes no debate", conta Silvio Costa. 

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias