BATE-BOCA

Militâncias pró e contra Lula se estranham no Bairro do Recife

Manifestantes contra o ex-presidente Lula tiveram que ser escoltados para fora do local

Da Editoria de Política
Da Editoria de Política
Publicado em 24/08/2017 às 16:47
Foto: Marcela Balbino/Especial para o JC
Manifestantes contra o ex-presidente Lula tiveram que ser escoltados para fora do local - FOTO: Foto: Marcela Balbino/Especial para o JC
Leitura:

Com informações das repórteres Marcela Balbino e Amanda Miranda

Alguns manifestantes anti-petistas e militantes da juventude do PT se estranharam, na tarde desta quinta-feira (24), no Bairro do Recife, enquanto aguardavam a presença do ex-presidente Lula (PT), que inicia uma caravana pelo Estado com uma visita ao Museu Cais do Sertão.

O grupo anti-Lula que se declara apolítico foi ao local com bandeiras do Brasil protestar contra a presença de Lula e acabou havendo bate-boca com os petistas que aguardam a chegada do ex-presidente desde o início da tarde. Policiais militares foram acionados para conter os dois grupos. Em menor número, o pessoal contrário a Lula ficou espremido próximo à parede e precisou ser escoltado para fora do local.

ACUSAÇÕES

"Eles estão tirando foto e intimidando. Inclusive, eu ouvi gritos racistas vindo deles. Infelizmente, aconteceu isso. Estamos sendo expostos a esse tipo de iniciativa fascista", se queixou o estudante de pós-graduação Rodrigo Ribeiro. Ele disse temer que as fotos fossem usadas para estimular a violência contra os militantes petistas.

"Nós exercemos nosso direito de cidadania. Como estamos numa democracia, todo mundo tem o direito de mostrar sua expressar. Não sei como eles pregam a democracia...", criticou Mari Paulina, que protestava contra o ex-presidente.

Últimas notícias