briga partidária

Não trabalho com hipótese de não ter PMDB conosco em 2018, diz Câmara

Governador participou de ato de desagravo para Jarbas Vasconcelos

Da Editoria de Política
Da Editoria de Política
Publicado em 18/09/2017 às 19:48
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Governador participou de ato de desagravo para Jarbas Vasconcelos - FOTO: Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

Com informações da repórter Mariana Araújo

Com o risco de perder um dos principais partidos políticos – o PMDB, o governador Paulo Câmara (PSB) demonstra otimismo com o futuro político da sigla. Desde a semana passada, o governador vem dando declarações de apoio e solidariedade à situação que instalou-se dentro do PMDB. Para Paulo, não há hipótese de a Frente Popular não ter a presença do PMDB na chapa.

“Acredito que todo esse esforço que está sendo feito será reconhecido. Então, eu não trabalho com outra hipótese a não ser a de ter o PMDB de Jarbas e Raul conosco em 2018”, disse o governador, nesta segunda-feira (18), durante ato de desagravo para Jarbas Vasconcelos.

O PMDB de Pernambuco passa por uma briga pública, marcada por troca de acusações, do lado do deputado federal Jarbas Vasconcelos e do senador Fernando Bezerra Coelho, que deixou o PSB para engrossar as fileiras do PMDB. A tática é mudar de sigla para disputar o governo em 2018.

“Não há outra palavra aqui se não de solidariedade e de um abraço amigo. E ter a certeza que toda essa luta de Jarbas Vasconcelos não será em vão. Pelo contrário, haverá de ter o reconhecimento por parte da sociedade pernambucana. Isso já tem. Tenho a crença que os atributos serão maiores que qualquer disputa local. A gente tem que pensar no Brasil e na biografia das pessoas. Então isso tem que ser muito bem pensado e representado e a gente vem dizer isso a Jarbas”, afirmou.

O governador mencionou ainda o apoio recebido pelo PMDB para governar o Estado. 

"O PMDB tem me ajudado a governar Pernambuco e quero contar com apoio dessas pessoas e a gente tem muito o que fazer pelo Estado", afirmou Câmara.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias