LULA

PSB pagou tentativa de Paulo Câmara visitar Lula na prisão em Curitiba

Nove governadores tentaram visitar Lula na carceragem da Polícia Federal em Curitiba, mas foram vetados pelo juiz federal Sérgio Moro

Da Editoria de Política
Da Editoria de Política
Publicado em 10/04/2018 às 18:21
Imagem: reprodução do Twitter
Nove governadores tentaram visitar Lula na carceragem da Polícia Federal em Curitiba, mas foram vetados pelo juiz federal Sérgio Moro - FOTO: Imagem: reprodução do Twitter
Leitura:

Em nota divulgada nesta terça-feira (10), o PSB afirma ter custeado a viagem do governador Paulo Câmara (PSB) para Curitiba, onde ele e outros oito governadores tentaram se encontrar com o ex-presidente Lula (PT) na carceragem da Polícia Federal, onde o petista está preso desde o último final de semana, quando começou a cumprir pena por condenação na Operação Lava Jato.

Na nota, o PSB afirma que Paulo Câmara comunicou a senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, que lamentava não poder ver Lula e transmitiu sua solidariedade ao ex-presidente.

Para os governadores, houve um descumprimento à Lei de Execução Penal. Após não poderem fazer a visita, os governadores redigiram uma carta para ser entregue a Lula e anunciaram que tentarão marcar uma reunião com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, para tratar da prisão após condenação em segunda instância.

Leia a íntegra da nota:

O governador Paulo Câmara, que também é vice-presidente nacional do PSB, viajou, na manhã desta terça-feira (10/04), para Curitiba, para visitar o ex-presidente Lula. Diante da negativa da Justiça em permitir acesso a Lula, na Polícia Federal, o governador comunicou à senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, que lamentava a impossibilidade da visita e transmitiu sua solidariedade ao ex-presidente Lula, conforme tornou público em nota divulgada na semana passada. Paulo esteve com a senadora durante encontro na residência do senador Roberto Requião, com os demais governadores do Nordeste. Os governadores também estiveram na Superintendência da PF em Curitiba, quando foram informados do indeferimento da solicitação da visita. Todas as despesas da viagem do governador Paulo Câmara foram custeadas pelo PSB Nacional.

Últimas notícias