GOVERNADOR

'A partir de segunda-feira estaremos 100% atendidos', diz Paulo Câmara

O governador Paulo Câmara concedeu entrevista para tranquilizar a população no décimo dia da greve dos caminhoneiros

Cássio Oliveira
Cássio Oliveira
Publicado em 30/05/2018 às 17:59
Foto: José Cruz/ Agência Brasil
O governador Paulo Câmara concedeu entrevista para tranquilizar a população no décimo dia da greve dos caminhoneiros - FOTO: Foto: José Cruz/ Agência Brasil
Leitura:

"A partir de segunda-feira estaremos 100% atendidos". Foi o que afirmou o governador Paulo Câmara, durante balanço feito no décimo dia da greve dos caminhoneiros no Brasil. Segundo o socialista, os serviços estarão normalizados no Estado até a próxima semana. Os postos de combustíveis, por sinal, já começaram a ser abastecidos hoje.

"Desde o início da manhã estamos conseguindo fazer que tanto combustível, como gás cheguem às cidades pernambucanas. Temos uma meta de mais de mil caminhões saindo nesta quarta-feira (30) de Suape; e até às 17 horas mais de 650 haviam sido retirados. Agora, só estamos com um ponto de bloqueio, que é em Ouricuri e esperamos acelerar esse conjunto de ações para que a normalidade esteja presente em Pernambuco", disse Paulo.

O governador ainda disse que a normalidade vai ocorrer gradativamente ao longo dos próximos dias, principalmente na Região Metropolitana do Recife. "Buscamos celeridade para que chegue gás e combustível em todas as cidades. Mais de 70 municípios já receberam combustível", disse o socialista, que completou afirmando que nesta quinta-feira não haverá problema algum com transporte coletivo.

"Em relação à saúde, nós estamos dando a atenção necessária a todos os municípios que precisem de transporte para trazer pacientes. A demanda caiu expressivamente nesses últimos dias, mas não tivemos nenhum caso de falta de atendimento que tenha resultado em algum agravamento de doença em Pernambuco. Em relação ao transporte coletivo, desde segunda-feira estamos mantendo os ônibus nas ruas e amanhã não terá nenhum tipo de problema, pelo contrário, teremos condições cada vez melhor agora; em virtude da regularização do abastecimento. Em relação à Ceasa e os produtos alimentícios, temos que informações de que hoje já chegou 50% em torno do normal. Temos a expectativa de que sábado, no mais tardar segunda-feira, a gente chegue à normalidade", comentou Paulo.

Por fim, o governador destacou que os estados vizinhos a Pernambuco ainda não desbloquearam suas estradas, na sua integralidade, e isso pode atrasar ou não esse cronograma. "Mas no âmbito do estado de Pernambuco tenho certeza que no máximo amanhã (quinta-feira) tudo estará normalizado", comentou.

Postos sendo abastecidos

Com a promessa de estabilização na próxima segunda-feira (4), os postos de Pernambuco começaram a receber combustíveis a nível regular, anterior à greve dos caminhoneiros, entre o fim da manhã e o início da tarde desta quarta-feira (30). Quem garantiu foi o dono da Total distribuidora, Paulo Perez, uma das maiores no setor de distribuição de combustível no Estado.

Exército nas ruas

O exército encaminhou, na tarde desta quarta-feira (30), mais caminhões e ônibus para as rodovias do Nordeste na intenção de desbloquear os pontos que ainda não foram liberados pelos caminhoneiros no décimo dia seguido de paralisação contra o aumento do preço do combustível. Cerca de 100 policiais entre civis, militares, rodoviários federais e afins, realizam a Operação Corredores Livres. Segundo informou o exército, a prioridade de desbloqueio é a BR-101.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias