TRE

TRE determina que presidente estadual do PSB apague fake news sobre Mendonça Filho

Diretório regional do Democratas também pediu aplicação de multa para o presidente do PSB

JC Online
JC Online
Publicado em 29/06/2018 às 17:01
Foto: Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Diretório regional do Democratas também pediu aplicação de multa para o presidente do PSB - FOTO: Foto: Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Leitura:

O desembargador Gabriel de Oliveira Cavalcanti Filho do Tribunal Regional Eleitoral deferiu nesta sexta-feira (29) liminar determinando que o presidente estadual do PSB e secretário de Governo e Participação Social do Recife, Sileno Guedes, retire de seu perfil no Facebook as fake news contra o deputado federal e pré-candidato a senador, Mendonça Filho. A liminar atende parcialmente representação do diretório regional do Democratas, que pediu também a aplicação de multa para o presidente do PSB, providências ao Facebook impedindo a veiculação dos links que originaram a fake news e que a Polícia Federal seja alertada para investigar sobre a autoria do conteúdo falso.

A publicação

A postagem feita por Sileno Guedes ocorreu dias depois da ampla divulgação da representação feita pelo Democratas ao TER contra a mesma fakenews, propagada por um grupo de advogados e professores de direito. Após saber do ocorrido, os advogados apagaram a postagem.

O presidente estadual do Democratas, José Fernando Uchôa, lembra que o combate a fake news tem mobilizado instituições como o Tribunal Superior Eleitoral. “O Democratas foi um dos 10 partidos que assinaram um termo de colaboração com o TSE, para a manutenção de um ambiente eleitoral imune de disseminação de notícias falsas. Nós não vamos abrir mão de uma eleição limpa, onde a verdade prevaleça e o debate ocorra no campo das ideias”, afirmou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias