ENTREVISTA

'Apostam na mentira', diz Geraldo sobre campanha de Armando

Na Rádio Jornal, Geraldo Julio criticou a campanha de Armando Monteiro por usar a estrela 'que remete ao PT' e usar vídeos de Eduardo Campos

Da Editoria de Política
Da Editoria de Política
Publicado em 30/08/2018 às 11:47
Foto: Andréa Rêgo Barros / Divulgação
Na Rádio Jornal, Geraldo Julio criticou a campanha de Armando Monteiro por usar a estrela 'que remete ao PT' e usar vídeos de Eduardo Campos - FOTO: Foto: Andréa Rêgo Barros / Divulgação
Leitura:

O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), afirmou na manhã desta quinta-feira (30), que a campanha de Armando Monteiro está tentando enganar a população. Segundo o socialista, estão usando a estrela que remete ao PT e vídeos com Eduardo Campos e Lula numa forma de ludibriar a população. "É a campanha do vale-tudo que tenta enganar a população usando a estrela, quem não sabe que a estrela é símbolo do PT? Tentam dizer que tem apoio de Lula, todos sabem que Lula apoia Paulo Câmara. E estão usando até vídeos com Eduardo Campos, o pernambucano sabe que Armando estava rompido com Eduardo e fazia oposição antes de sua morte. É campanha que aposta na mentira e uso da velha política, não vamos entrar nesse jogo e tratar com a verdade", disse Geraldo durante o Passando a Limpo da Rádio Jornal.

Geraldo também comentou as declarações do presidente Michel Temer que afirmou ter ajudado o governo Paulo Câmara. Segundo o prefeito, o presidente está fazendo campanha para Armando Monteiro (PTB). "Me deixou impressionado como um presidente sai das funções e se passa por um papel rasteiro, ele entrou definitivamente na campanha de Armando, os apoiadores comemoraram as declarações dele que claramente foram encomendadas", comentou.

'TURMA DE TEMER'

O grupo do governador Paulo Câmara tenta colar a pecha de palanque de Temer no grupo de armando. Mas a entrevista do presidente afirmando que sempre teve o apoio do governador caiu como uma bomba nas hostes socialistas. Ainda assim, Geraldo ressalta que Armando é alinhado com as pautas do presidente. "Suape perdeu autonomia e Armando comemorou discursando no Senado. A reforma trabalhista, por exemplo, o Temer propõe e o Armando vota. Reforma esta que é contra o povo e ele decidiu ficar a favor de Temer", comentou.

O prefeito ainda fez questão de ressaltar que os candidatos ao Senado na chapa de Armando Monteiro, Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM), foram ministros no governo de Michel Temer.  

Quando questionado sobre o MDB, partido do presidente, estar no palanque de Paulo Câmara, Geraldo disse que o MDB de Pernambuco é de Jarbas Vasconcelos e Raul Henry. "É fácil saber que Jarbas e Raul foram vítimas de uma tentativa de Temer de tomar o partido deles. O MDB de Pernambuco não é Temer, a turma de Temer tentou tomar o partido de Jarbas e Raul que representam com honradez e agora é candidato ao Senado, não tem nada a ver e não vai ter campanha que consiga enganar o povo", comentou.

Últimas notícias