13º salário

Oposição cobra de Paulo Câmara data de pagamento do 13º salário

Estado diz que 13º salário sairá ainda em dezembro e que data será divulgada nos próximos dias

Paulo Veras
Paulo Veras
Publicado em 03/12/2018 às 19:42
Foto: divulgação/Oposição
Estado diz que 13º salário sairá ainda em dezembro e que data será divulgada nos próximos dias - FOTO: Foto: divulgação/Oposição
Leitura:

A oposição ao governador Paulo Câmara (PSB) na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) protocolou um pedido oficial para que o governo do Estado informe as datas de pagamento do 13º salário dos servidores em 2018. Após o documento ser protocolado no Palácio do Campo das Princesas, a assessoria do governo do Estado informou ao JC que a Secretaria de Administração está fechando os detalhes e vai anunciar ainda esta semana a data de pagamento do benefício, que será liberado ainda no mês de dezembro.

O 13º salário representa um pagamento extra de R$ 850 mil para os servidores públicos do Estado. Somado às folhas de pessoal de novembro e dezembro, representa um aporte de R$ 2,5 bilhões na economia neste período de final de ano. O abono pode ser pago através de uma parcela única a ser depositada até o dia 20 de dezembro.

Em 2015, o governador Paulo Câmara pagou a primeira parcela do 13º salário no dia 27 de julho e a segunda em 15 de dezembro. Em 2016, o governo liberou metade do benefício no dia 30 de novembro e a outra metade em 20 de dezembro. No ano passado, o 13º salário dos servidores foi pago em uma parcela única no dia 15 de dezembro.

“Eu espero que seja pago”, explica o líder da oposição na Alepe, Silvio Costa Filho (PRB), que levou o documento até o setor de protocolo do Palácio do Campo das Princesas. “É muito estranho que, diferente de outros estados que já anunciaram data e até já pagaram, Pernambuco, que sempre pagou em dia, até agora não terem falado nada. O governo disse lá atrás que poderia pagar até o dia 20 de dezembro. Mas isso prejudica. São quase 200 mil servidores. É um dinheiro que poderia estar sendo injetado no comércio, do micro e pequeno empresário às indústrias”, afirmou.

Segundo Silvio, a oposição apenas está preocupada com a falta de anúncio sobre o pagamento do 13º salário. “Não é que não esteja em dia. Naturalmente, está em dia. Mas está causando estranheza a todos nós, o governo, até agora, não ter divulgado a data que será pago. Até para a pessoa fazer o seu planejamento familiar”, explicou.

'Aves de agouro'

De acordo com o líder do governo, Isaltino Nascimento (PSB), o Estado vai injetar R$ 2,5 bilhões na economia ao longo de 40 dias. “Para o dessabor de alguns que possam ir contra o Estado, o governo de Pernambuco vai manter o seu pagamento do 13º salário nesse mês de dezembro. Diferente de outros estados como Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Goiás, Paraná, Sergipe e Rio Grande do Norte que nem sequer pagaram os compromissos desse ano”, disse.

Na visão do deputado do PSB, torcer contra o Estado para tentar fazer uma “disputa política” é não pensar na economia de Pernambuco, que será beneficiada com a injeção dos R$ 850 milhões relativos ao 13º salário.

“Esse dinheiro vai ajudar os servidores a melhorarem seu Natal e Ano Novo. Tem gente que está apostando no quanto pior, melhor. Mas, para o dessabor das aves de agouro, Pernambuco vai cumprir a sua obrigação pagando o 13º salário neste mês de dezembro”, disparou o socialista.

Últimas notícias