Posse

Isaltino Nascimento ressalta importância da relação entre estados e União

''Entendemos que é importante o governante eleito possa pensar o País como todo'', disse Isaltino

Da Editoria de Política
Da Editoria de Política
Publicado em 01/01/2019 às 17:18
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
FOTO: Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Leitura:

Líder do governo na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o deputado estadual reeleito Isaltino Nascimento (PSB) ressaltou que o discurso de Paulo Câmara (PSB) foi uma abertura para diálogos com o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e que será de extrema importância os recursos da União para os estados e municípios brasileiros.

"Nós temos uma região com nove estados, um terço da república brasileira. Entendemos que é importante o governante eleito possa pensar o País como todo, sobretudo em uma região que precisa de incentivo como é região nordeste", disse o deputado. 

"A fala do governador foi para a preservar a democracia, as conquistas, a manutenção da Chesf e estabelecer o diálogo e a possibilidade de ter as visões discordantes. Entendemos que isso é algo positivo e esperamos que seja o mesmo sentimento do presidente da república", completou Isaltino em entrevista ao JC.

Discurso de Paulo 

Em discurso de posse para cumprir segundo mandato como governador do Estado, paulo Câmara (PSB) agradeceu votos conquistados na campanha e afirmou que Pernambuco continuará avançando. "Retorno com a satisfação de dizer que a aprovação do nosso projeto político, que tem feito Pernambuco avançar nos últimos 12 anos, foi manifestada democraticamente pela maioria da população, em todas as doze regiões do nosso Estado, mais uma vez. Essa manifestação nos obriga a persistir nos avanços sociais que, com a unidade do povo, temos implantado em Pernambuco", declarou.

O socialista continua suas palavras e afirma que "os desafios do futuro serão enfrentados por caminhos abertos pelo diálogo, pela transparência, e fiscalizados pelo povo". "Avançaremos juntos com os poderes legal e legitimamente constituídos: o Legislativo, o Judiciário, o Ministério Público e o Tribunal de Contas, e com toda a sociedade", completou Paulo.

Foto: JC Imagem
- Foto: JC Imagem
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
O governador Paulo Câmara tomou posse no seu segundo mandato neste dia 1º de janeiro de 2018 - Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Discurso de poesse de Paulo falou de segurança e que o estado vai continuar avançando - Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
O arcebispo dom Fernando Saburido compareceu à cerimônia - Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Foto: Dayvison Nunes/JC Imagem
A vice, Luciana Santos, e o governador, Paulo Câmara, na Assembleia Legislativa - Foto: Dayvison Nunes/JC Imagem
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
O deputado Silvio Costa Filho, líder da oposição, acompanhou a posse - Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Foto: Dayvison Nunes/JC Imagem
- Foto: Dayvison Nunes/JC Imagem
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
O deputado eleito João Campos compareceu à cerimônia - Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
O governador Paulo Câmara com sua família - Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem

 

Um dos grandes pilares da sua campanha em 2018, a questão da segurança voltou a ser citada no discurso de Paulo Câmara (PSB) na cerimônia de posse para o seu segundo mandato como governador de Pernambuco. Segundo ele, ''não há motivos para comemorar, enquanto uma única vida for perdida''.

Um dos grandes pilares da sua campanha em 2018, a questão da segurança voltou a ser citada no discurso de Paulo Câmara (PSB) na cerimônia de posse para o seu segundo mandato como governador de Pernambuco. Segundo ele, ''não há motivos para comemorar, enquanto uma única vida for perdida''.

Cerimônia na Alepe

Acompanhado pela sua família e pela vice-governadora, deputada Luciana Santos (PCdoB), o governador reeleito Paulo Câmara (PSB) chegou a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) para sua cerimônia de posse, na tarde desta terça-feira (1º). Pela primeira vez, a solenidade não aconteceu no Palácio Joaquim Nabuco, no plenário da antiga sede da Alepe.

Em 2019, a cerimônia de posse acontece no plenário do edifício Governador Miguel Arraes de Alencar, onde funciona atualmente a Alepe, na Rua da União, por trás da antiga sede.

Últimas notícias