PT-PE

Doriel Barros será o novo presidente do PT de Pernambuco

A nova Direção Estadual e o novo presidente, eleito no 7º Congresso Estadual do PT, tomarão posse em janeiro de 2020

Luisa Farias
Luisa Farias
Publicado em 21/10/2019 às 20:27
Foto: Divulgação
A nova Direção Estadual e o novo presidente, eleito no 7º Congresso Estadual do PT, tomarão posse em janeiro de 2020 - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

O deputado estadual Doriel Barros foi eleito presidente do PT de Pernambuco no 7º Congresso Estadual do partido, realizado neste domingo (20). Ele obteve 70,07 % dos votos entre os 309 delegados, escolhidos em setembro no Processo de Eleição Direta (PED) do partido. O atual presidente do PT-PE, Glaucus Lima, ficou em 2º lugar com 27,82% dos votos. O novo presidente e a nova direção estadual tomarão posse em janeiro de 2020.

A eleição de Doriel é fruto da união entre três chapas que disputaram o PED: A liderada pelo senador Humberto Costa (PT), que já tinha Doriel como deputado, a do secretário de Saneamento da Prefeitura do Recife, Oscar Barreto e a do ex-vereador do Recife, Osmar Ricardo. Essas duas últimas chapas não haviam indicado nenhum candidato a presidente estadual e convergiram em torno do nome de Doriel. Os grupos, juntos, já possuam 65,77% dos delegados eleitos para o Congresso Estadual. O resultado acabou sendo ainda maior. Ele são a favor da permanência do PT na Frente Popular, coligação liderada no Estado pelo PSB do governador Paulo Câmara (PSB). 

'Agora vamos trabalhar para fazer a composição da direção executiva e nos preparar para assumir o partido a partir de janeiro com os desafios e as tarefas que são inerentes de um partido pela dimensão que tem o PT e suas dificuldades e também os seus desafios em relação as eleições do próximo ano", afirmou Doriel Barros. 

Outros nomes também integram o grupo, como o deputado federal Carlos Veras (PT), a deputada estadual Ducicleide Amorim (PT) e a presidente da Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do estado de Pernambuco (Fetape), Cícera Nunes.

Já Glaucus integra a chapa liderada pela deputada federal Marília Arraes (PT) e a deputada estadual Teresa Leitão (PT). Sua vice era a a vereadora de Petrolina Cristina Costa, adversária do grupo do ex-prefeito Odacy Amorim (PT) no município. O grupo defende o resgate do protagonismo do PT e a possibilidade de uma candidatura própria da sigla em Recife. 

A formação do diretório estadual é definida com base no resultado do PED. O grupo de Humberto possui 65,77% e o de Marília, 29,12%. "Todas as forças estarão representadas no diretório. A base que apoiou Doriel terá um quantitativo maior, mas a base que apoiou o outro candidato terá 30% do diretório e da Executiva Estadual. Esperamos que essa minoria que quer dialogar, contribuir, construir seja respeitada", disse a deputada Teresa Leitão. 

Candidatos

Foram quatro candidatos a presidente estadual do PT. José de Oliveira obteve quatro votos e Roberto Mardônio, dois votos. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias