Mutirão

Abreu e Lima terá mutirão para recadastramento biométrico

Postos de Atendimento do município realizarão mutirão da biometria no próximo sábado (23), de 8h às 13h

Ana Gabriela Lima
Ana Gabriela Lima
Publicado em 19/11/2019 às 17:36
Notícia
ABr
Postos de Atendimento do município realizarão mutirão da biometria no próximo sábado (23), de 8h às 13h - FOTO: ABr
Leitura:

Dos 45 municípios que integram o atual ciclo da biometria, Abreu e Lima é o maior deles, com 79.927 eleitores. Mas até o momento, apenas 54,76% fizeram a biometria. Com o objetivo de impulsionar o recadastramento biométrico, a Justiça Eleitoral realizará em Abreu e Lima, no próximo sábado (23), um mutirão para recadastramento em três pontos:

  • Cartório Eleitoral (Av. Duque de Caxias, 439 – Centro);
  • Biblioteca da Escola Professor José Francisco de Barros (Av. Duque de Caxias, 439);
  • Centro e no Conselho de Moradores de Caetés II (Rua Trinta e um, n.º 6 – Caetés II).

Para realizar o serviço de cadastro ou revisão biométrica é necessário comparecer ao local no horário agendado munido do documento de identificação oficial (com foto), comprovante de residência atual e o título de eleitor (se tiver). Homens com mais de 18 anos (até os 45 anos) que, além de fazerem a biometria, vão solicitar o primeiro título de eleitor, precisam levar também um documento que comprove o alistamento militar obrigatório. 

O atendimento será feito através de agendamento que pode ser realizado no site do TRE-PE clicando aqui ou pelo aplicativo Agendamento Eleitoral PE. O app está disponível para download nas lojas do Android (Play Store) e iOS (Apple Store). Na ocasião, o atendimento também poderá ser feito através da entrega de senhas nos locais. 

Título cancelado 

O recadastramento biométrico é fundamental para evitar fraudes eleitorais. Quem não fizer, terá o título cancelado e, assim, poderá perder benefícios como Bolsa Família e Minha Casa e Minha Vida. Além disso, não poderá tomar posse em cargos públicos, nem tirar passaporte ou fazer empréstimos em bancos oficiais. O jovem que for aprovado no Enem também não poderá se matricular em Universidades, entre outros transtornos.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias