Eleições 2020

'Essa briga domiciliar não é nosso caso', diz Miguel Coelho sobre PSB em Petrolina

Miguel Coelho foi entrevistado pelo JC em passagem no Recife para evento sobre gestão pública

Gabriela Carvalho
Gabriela Carvalho
Publicado em 03/03/2020 às 13:28
Notícia
Filipe Jordão/JC Imagem
O prefeito de Petrolina esteve no Recife para participar de evento com outros prefeitos - FOTO: Filipe Jordão/JC Imagem
Leitura:

Disputando a reeleição no município, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), preferiu não comentar sobre as discussões a respeito da pré-candidatura para prefeito do deputado estadual Lucas Ramos pelo PSB na cidade. Segundo ele, "não cabe opinar a casa dos outros".

"Eu sei que sou candidato a reeleição e adversário a gente não escolhe, a gente ganha. Estou muito confiante no trabalho que a gente está fazendo. Vou continuar focado nesse trabalho e deixar os outros se digladiarem para lá, essa briga domiciliar não é o nosso caso", comentou.

Em Petrolina, Lucas Ramos (PSB) se apresenta como pré-candidato pelo PSB. Contudo, ao não receber nenhuma sinalização por parte da legenda, Lucas declarou, no Blog de Jamildo, que "nós estamos a seis meses das eleições e nós não temos uma palavra do governador afirmando que o PSB terá candidato em Petrolina. Sabe por quê? Porque Geraldo Julio não deixa".

>> PSB pode trocar nome em Petrolina e apoiar PT na cidade, em troca de acordo no Recife. Lucas Ramos já protesta

Para Lucas, o PSB estaria dando sinais de que abriria mão de candidatura própria por um eventual apoio ao PT no município, representado pelo ex-deputado Odacy Amorim, em um acordo dos socialistas com o PT estadual. Em troca, o PT não teria candidato no Recife e apoiaria o socialista João Campos, candidato do PSB na capital pernambucana. 

>> Com deputados de olho nas eleições 2020, Alepe retoma os trabalhos

Miguel Coelho se mostrou confiante sobre as eleições de 2020 e sobre os avanços que acontecem na cidade de Petrolina e comparou com números da gestão anterior. "Petrolina tem registrado os maiores números de investimento da sua história. A gestão que me antecedeu tinha uma média de investimentos em 17 milhões por ano, agora nós estamos com uma média de 80 milhões. Só isso já mostra a disparidade e como Petrolina tem avançado. Tem muita coisa acontecendo e esperamos que a população faça esse reconhecimento e queira que a cidade continue avançando", concluiu.

>> Para Prefeitura do Recife, Miguel Coelho defende candidatura própria do MDB com Raul Henry

Resenha política

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias