SAÚDE

Comidinhas pra neném podem ser saborosas e saudáveis

É possível caprichar num cardápio nutritivo e saboroso para aguçar o paladar dos bebês

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 19/10/2013 às 13:00
Michele Souza/JC Imagem
É possível caprichar num cardápio nutritivo e saboroso para aguçar o paladar dos bebês - FOTO: Michele Souza/JC Imagem
Leitura:

Espinafre, tomate, rabanete, berinjela, caqui, palmito e agrião são só alguns ingredientes que podem incrementar as refeições do neném. Essa mensagem é transmitida de uma maneira bem lúdica na música Sopa, da dupla de músicos Sandra Peres e Paulo Tatit, criadores do selo Palavra Cantada, especializado em composições para crianças.

Assim como a melodia e a letra da música, as comidinhas para os bebês a partir dos seis meses (antes disso, recomenda-se a amamentação exclusiva) devem cair no agrado dos pequenos. E para isso, é preciso os pais capricharem nas receitas nutritivas, que têm o poder de desenvolver nos rebentos o prazer pela alimentação saudável. E não é só porque a comida é para neném que se deve ficar refém das preparações fastidiosas. Dá para lançar mão de um bocado de ingredientes, ervas e especiarias capazes de fazer os pequenos salivarem e (de quebra) aguçarem o paladar.

A chef Luciana Sultanum conhece muito bem como recorrer a essa estratégia, usada com a filha Cecília, que está com 9 meses. Ela se vale da forte ligação com as culinárias francesa e regional para aperfeiçoar o cardápio da pequena. O mais legal de tudo isso é que, preocupada com a saúde da menina, ela faz questão de usar vegetais orgânicos na maioria dos pratos.

Assim que a filha deixou de mamar, ela começou a introduzir papinhas e cremes bem elaborados. No início, tinha o cuidado de triturar tudo. “Aos poucos, Cecília foi aceitando novas texturas e consistências. Agora, posso desfiar as carnes e amassar as frutinhas”, conta Luciana, cujas preparações caíram no gosto das amigas que têm bebês. “Elas começaram a encomendar pratinhos e, quando me dei conta, tinham feito a publicidade boca a boca.”

Essa propagação fez Luciana criar a linha de produtos Cozinhando para Cecília, que é repleta de papinhas, sopinhas e compotas de frutas sem açúcar. “Tudo é entregue congelado, em embalagens que vão ao freezer e ao micro-ondas”, diz Luciana. Para essas criações gourmet, ela se uniu a uma nutricionista e comprova o cunho saudável do projeto com informações nutricionais estampadas nas caixas das comidinhas.

E não vale esquecer que a oferta variada de pratos para o bebê é um passo muito importante, com o poder de acostumá-lo com cardápios capazes de proporcionar um desenvolvimento pra lá de salutar.

Leia a matéria completa na edição deste domingo (20/10) do caderno Arrecifes

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias