Astronomia

Que tal observar o céu neste sábado no Marco Zero?

Espaço Astronomia disponibiliza telescópios e lunetas para observação de Júpiter e da Lua a partir das 18h

Amanda Souza
Amanda Souza
Publicado em 07/02/2014 às 16:06
Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Espaço Astronomia disponibiliza telescópios e lunetas para observação de Júpiter e da Lua a partir das 18h - FOTO: Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Leitura:

Quem gosta de astronomia terá duas opções de lazer neste sábado (8). O Espaço Astronomia, grupo formado por monitores do Espaço Ciência, estará no Marco Zero com telescópios e lunetas para a observação da Lua, Júpiter, as Plêiades (constelação) e a Nebulosa de Órion. O grupo estará no Bairro do Recife a partir das 18h.

Esta será a primeira de uma série de observações intinerantes que acontecerá uma vez por mês em praças e lugares públicos da região metropolitana. Um dos integrantes do Espaço Astronomia, Isaac Soares, alerta que “a ação só acontecerá se as condições climáticas forem favoráveis”.

Agora, quem estiver por Olinda amanhã pode aproveitar para dar uma passada no Observatório Astronômico do Alto da Sé. A exposição A próxima fronteira, que acontece no local, abordará o tema Por ser grande e estar próxima da Terra, tendo como foco a Lua.

O tema também foi adotado pela 17° Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), que acontece no dia 16 de maio. Os visitantes poderão conhecer mais sobre as características do satélite. A mostra será das 16h até as 22h. A entrada é gratuita.

O público poderá observar, em dois telescópios disponibilizados, a Lua em fase crescente e também o planeta Júpiter. Além disso, os visitantes poderão assistir a vídeos e apresentações sobre o satélite dos enamorados.

O coordenador do Observatório, Alexandre Evangelista, explica a importância da ação da Lua para o planeta Terra. “Ela tem influência sobre o fenômeno das marés, um importante acontecimento que se repete diariamente, movendo massas marítimas ajudando nas condições climáticas. Além da ação gravitacional lunar sobre o globo, equilibrando o eixo terrestre.”

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias