INTERNET

Você é o Grande Irmão

Detalhes de nossas vidas cotidianas estão na rede. E somos nós quem as colocamos online

Jacques Waller
Jacques Waller
Publicado em 08/06/2011 às 0:30
Divulgação
Detalhes de nossas vidas cotidianas estão na rede. E somos nós quem as colocamos online - FOTO: Divulgação
Leitura:

No futuro imaginado pelo escritor George Orwell, no livro 1984, todas as pessoas eram vigiadas através de teletelas, pequenos monitores que transmitiam e captavam imagens ao mesmo tempo. As teletelas eram os olhos do Grande Irmão sobre os cidadãos, monitorando cada passo. Demorou um pouco, mas o cenário de Orwell chegou, só que com uma diferença: são os próprios vigiados que alimentam os bancos de dados com informações pessoais.

O fato é que muitos detalhes das nossas vidas cotidianas estão na rede. Informações que já eram públicas, mas agora podem ser acessadas numa busca no Google, e dados particulares que colocamos voluntariamente nas redes sociais estão ao alcance de todos. O problema é não cuidar bem do seu “eu virtual”. Corre-se o risco de ficar com a imagem manchada.

Estudante de Rádio e Televisão, Mariana Graciolli tem 23 anos (faz aniversário em 16 de dezembro), mora em São Paulo, está num namoro sério com Eduardo e curte corrida e musculação.  No último fim de semana, a moça foi para uma pizzaria. E dá para saber tudo isso sem nunca ter trocado uma única palavra com Mariana. Bastou apenas entrar nos seus perfis nas redes sociais.

Para Mariana, informações como a faculdade onde estuda e os filmes de que gosta não fazem parte do seu círculo privado, e lhe ajudam a se aproximar de outros usuários que tenham os mesmos gostos. “Quem entra numa rede social tem que ter a noção que está lá para ver e ser visto”, acredita. Através da sua conta no Twitter, Mariana divulga ideias e coisas interessantes que vê por aí, enquanto que no seu Tumblr possui uma série de fotos sensuais. "Tenho um sonho de ser apresentadora de TV, então precisava fazer meu nome bombar na web de alguma forma”, afirma a estudante.

Leia mais na edição desta quarta do caderno Tecnologia do JC.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias