MOBILIDADE

Leilão da 4G será tradicional

Todas as cidades-sede da Copa deverão ser atendidadas até 32 de maio de 2013

Jacques Waller
Jacques Waller
Publicado em 19/01/2012 às 15:15
Leitura:

A proposta de edital aprovada nesta quinta-feira (18) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para a telefonia de quarta geração (4G) estabelece que o leilão das faixas de 2,5 GHz deve ocorrer pelo método tradicional, de maior preço ofertado, independentemente de ser atrelado ou não à outra faixa. "A licitação foi dividida em lotes de abrangência nacional abrindo a possibilidade para que até cinco empresas possam competir no 4G em todo o País", disse o conselheiro relator da proposta, Rodrigo Zerbone.

Conforme o desejo do governo, as metas de cobertura irão contemplar os grandes eventos que serão realizados no Brasil nesta década. Todas as cidades-sede das Copas das Confederações de 2013 terão deve estar atendidas até 31 de maio do mesmo ano, e as sedes e subsedes da Copa do Mundo de 2014 deverão contar com o 4G até o fim também de 2013.

"É muito importante estarmos com a tecnologia funcionando já no ano que vem", concluiu o relator. Já a meta para as capitais de Estados e cidades com mais de 500 mil habitantes é de atendimento até maio de 2014. Para os municípios com mais de 100 mil habitantes, a data limite é dezembro de 2015.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias