Evento

Astronomia atrai jovens a planetário inflável em reunião da SBPC

A atração lúdica faz parte da exposição do Museu de Astronomia e Ciências Afins

Heloisa Cristaldo
Heloisa Cristaldo
Publicado em 24/07/2013 às 14:38
Leitura:

Um planetário inflável tem atraído milhares de jovens em busca de conhecimentos sobre astronomia na 65ª Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). A atração lúdica faz parte da exposição do Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast), que durante meia hora projeta imagens virtuais do céu noturno para explicar os movimentos dos planetas e a posição das estrelas.

"A demonstração é, muitas vezes, o primeiro contato que as pessoas têm com o tema astronomia. Em média, mil pessoas passam pelo planetário todos os dias", disse a representante do museu, Márcia Cristina Alves. A demonstração aborda as 88 constelações, áreas formadas por estrelas, reconhecidas pela União Astronômica Internacional, e também cita as 13 representações do Zodíaco - mais conhecidos pelas pessoas pela orientação de signos.

Os corpos celestes - como a posição dos planetas do Sistema Solar e as quatro estrelas gigantes que transitam na circunferência do Sol: Aldebaran, Spica, Regulus e Antares - também são demonstradas na apresentação.

O estudante Francisco Frye, cursa o 8° ano do ensino médio e mostrou entusiamo ao ver projetados na exposição os conhecimentos da aula de geografia. "É muito interessante, a última parte sobre as escalas dos planetas e os desenhos que se formam no céu com as constelações é muito bacana", conta.

O planetário inflável faz parte da ExpoT&C, uma das atrações da SBPC. Nesta quarta-feira (24), haverá debate sobre reprogramação de células-tronco, com o pesquisador Stevens Kastrup Rehen, da Universidade Federal do Rio de Janeiro às 10h30. No período da tarde, está agendada discussão sobre o Código de Ciência e Tecnologia com a participação da presidente da SBPC, Helena Nader, às 15h.

A edição deste ano da SBPC ocorre até a próxima sexta-feira (26), na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e reúne mais de 23 mil pessoas, segundo a organização.

O encontro é promovido desde 1948, com a participação de representantes de sociedades científicas, autoridades e gestores do Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia. O objetivo é difundir os avanços da ciência e debater políticas públicas para área.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias