NEGÓCIOS

Liferay cresce e amplia atividades no Recife

Empresa fornecedora de portais de código aberto abre novo escritório para abrigar o setor administrativo da operação no País. Crescimento em 2013 foi de 80%

Renato Mota
Renato Mota
Publicado em 07/02/2014 às 13:11
Leitura:

Com um crescimento de 80% no último ano, o escritório da Liferay no Recife ficou pequeno. Na semana passada, a empresa – fornecedora líder de portais de código aberto – inaugurou mais uma sala no empresarial Jacó Velosino, em Casa Forte, que vai comportar o setor administrativo da operação no Brasil, enquanto o espaço anterior, no mesmo prédio, ficará dedicado exclusivamente ao desenvolvimento da ferramenta. 

O diretor-geral para a América Latina, Fernando Areias, explica que a velocidade do crescimento da operação no País obrigou a empresa a rever os planos de expansão. “A ideia era que o espaço anterior pudesse ser utilizado por mais três anos. Mas em menos de quatro anos de atividade nós quase quadruplicamos de tamanho, passando de nove funcionários para 36”, afirma Areias. 

Além da sede da Liferay, em Los Angeles (EUA), somente as representações de Madri e do Recife empregam mão de obra especializada no desenvolvimento do software da empresa. “Desde 2010, a Gartner (especializada em consultoria em TI) nos coloca como líder no segmento de portais horizontais. Tenho muito orgulho de que 90% da nossa equipe desenvolvedora no Brasil é daqui de Pernambuco. O ecossistema local e o polo tecnológico da região nos permitiu ter profissionais especializados muito perto de nós”, afirma Areias.

Essa força de produção continuará instalada no 10º andar do empresarial Jacó Velosino, ao mesmo tempo em que o pessoal administrativo e de marketing se muda para o 8º andar do prédio. “Essa é mais uma área que estamos expandindo no Brasil. Antes, todo o nosso marketing era comandado pela sede, nos Estados Unidos – o que é bom, uma vez que eles estão anos-luz à frente em termos de ferramentas e métricas para o setor. Mas existe uma demanda por conhecimento local e contato com os clientes que só é possível investindo em profissionais locais”, conta o gerente.

A partir do Recife, a Liferay atende toda a América Latina, com exceção do México. “Nossa equipe é dividida em back end, engenheiros de software responsáveis pela base da ferramenta, e pelo front end, que são os arquitetos da informação e engenheiros de infraestrutura que cuidam da interface. No Recife, 80% dos profissionais são de front end”, explica Areias.

Com a demanda crescente, o gerente diz que a tendência é que mais escritórios sejam abertos em países como Argentina, Colômbia, Chile, Equador e Peru. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias