estratégia

Motorola lança nos EUA seu próprio relógio inteligente, o Moto 360

O relógio Moto 360 utiliza a plataforma operacional Android do Google Wear para tecnologia portátil

Karol Albuquerque
Karol Albuquerque
Publicado em 05/09/2014 às 18:39
Foto: DANIEL BOCZARSKI / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
O relógio Moto 360 utiliza a plataforma operacional Android do Google Wear para tecnologia portátil - Foto: DANIEL BOCZARSKI / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
Leitura:

A fabricante de telefones celulares Motorola, recentemente adquirida pelo grupo chinês Lenovo, lançou nesta sexta-feira (5) um relógio inteligente, o Moto 360, no âmbito de uma nova estratégia com a esperança de superar a Apple.

O relógio Moto 360, que utiliza a plataforma operacional Android do Google Wear para tecnologia portátil, será vendido a partir de 249,99 dólares para os clientes americanos e poderá ser adquirido nas lojas on-line do Google Play ou nas lojas da empresa Best Buy.

Este dispositivo Android do Google Wear parece uma pulseira de relógio clássico, com uma tela redonda com uma seleção de diferentes telas, assim como com mostradores tradicionais com agulhas.

Mas também permite receber notificações (alertas meteorológicos, situação do tráfego, atrasos nos voos, etc), enviar SMS ou supervisionar a atividade física ou a frequência cardíaca com um podômetro e um monitor cardíaco integrado. Também responde a comandos de voz e se sincroniza com um telefone Android.

A Motorola promete versões com uma pulseira de metal "no mais tardar neste outono" (do hemisfério norte) por 299,99 dólares. A empresa também divulgou versões melhoradas de seu carro-chefe, o smartphone Moto X, e do aparelho mais simples Moto G.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias