Encerramento de Atividades

Portal Terra irá encerrar operações pelo mundo

Operações do Terra em sete países serão encerradas a partir das 23h59 desta sexta-feira. Ainda não há previsão de quando as operações no Brasil serão finalizadas

JC Online
JC Online
Publicado em 28/06/2017 às 18:18
Reprodução/Internet
Operações do Terra em sete países serão encerradas a partir das 23h59 desta sexta-feira. Ainda não há previsão de quando as operações no Brasil serão finalizadas - FOTO: Reprodução/Internet
Leitura:

Um dos primeiros grandes portais no início da internet, o portal Terra está finalizando suas atividades em todo mundo. De acordo com um comunicado divulgado pela própria empresa, e obtido pelo site mexicano Siete24, as operações em sete países serão encerradas a partir das 23h59 desta sexta-feira (30).

Usuários de países como México, Argentina, Chile, Colômbia, Peru, Venezuela e Equador já receberam um aviso de que o serviço de e-mail gratuito do site será desligado no dia 30, orientando os clientes a baixarem a realizarem um backup de todas as mensagens trocadas no serviço.

No Brasil, ainda não há previsão de quando as operações do Terra serão encerradas. O desligamento ainda não ocorreu por conta de alguns contratos e parcerias que permanecem ativos com a empresa. Ainda segundo o comunicado, algumas áreas de negócios serão mantidas, como hospedagem e manutenção de sites para pequenas empresas e serviços digitais para dispositivos móveis.

Origem ligada ao Brasil

A Terra Networks foi fundada na Espanha, em 1999. No entanto, a empresa possui uma história bastante ligada ao Brasil. O início do surgimento do portal no Brasil foi em 1996, quando o provedor NutecNet foi comprado pela RBS, o que gerou o lançamento do portal gaúcho ZAZ. Em 2000, o Zaz foi comprado pela empresa espanhola Telefónica, ganhando a marca Terra. A partir da operação brasileira, a Terra deu início a expansão pela América Latina, num processo com quase duas décadas de duração.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias