montadoras

Toyota e Nissan reduzem produção na China

A medida foi tomada porque as tensões entre Tóquio e Pequim estariam afetando as vendas de automóveis japoneses

AFP
AFP
Publicado em 27/09/2012 às 12:29
Leitura:

Toyota e Nissan decidiram reduzir a produção na China em consequência das tensões entre Tóquio e Pequim, que afetam as vendas de automóveis japoneses, informaram as duas empresas nesta quarta-feira.

"Nossas filiais na China estão ajustando a produção em função da demanda", declarou um porta-voz da Toyota à AFP.

"Há um efeito da situação atual entre Japão e China sobre nossas vendas", admitiu.

A Toyota tem três unidades de montagem na China, que produzem aproximadamente 800.000 veículos por ano. A maior montadora japonesa também tem uma rede de 860 concessionárias em todo o país.

Uma fonte da Nissan disse que "com a atual situação do mercado e as próximas férias na China, a produção será suspensa de 27 de setembro a 7 de outubro".

A semana de 1º a 7 de outubro é de recesso na China, como parte das celebrações do aniversário da fundação da República Popular da China no dia 1 de outubro de 1949.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias