COMBUSTÍVEL

Incentivo para o gás veicular no Estado

O preço deve baixar R$ 0,20 nas bombas e o governo promete incentivos para viabilizar a venda dos kits de conversão

Silvio Menezes
Silvio Menezes
Publicado em 03/01/2013 às 7:02
Foto: Hèlia Scheppa/JC Imagem
O preço deve baixar R$ 0,20 nas bombas e o governo promete incentivos para viabilizar a venda dos kits de conversão - Foto: Hèlia Scheppa/JC Imagem
Leitura:

A partir deste mês, o consumidor deve pagar menos pelo gás natural veicular (GNV). O governo do Estado pretende reduzir em R$ 0,20 o preço na bomba dos postos do metro cúbico do combustível para torná-lo mais viável. O projeto está para ser votado na Assembléia Legislativa de Pernambuco e, se aprovado, deve tornar o gás viável para os donos de carros como ocorria num passado recente. Há dez anos, o combustível era uma excelente opção para os motoristas que usavam seu automóvel para trabalhar, mas perdeu a popularidade com as altas sucessivas de preço. Hoje, o valor médio é de R$ 1,70. A gasolina gira na casa de R$ 2,70.

Em Pernambuco existem cerca de 40 mil carros utilizando o GNV e a intenção da Copergás - órgão responsável pela distribuição de gás no Estado - quer estimular o uso do GNV não só por taxistas, mas ainda para outros profissionais que rodam muito com seus veículos, como representantes comerciais, vendedores externos ou mesmo proprietários de automóveis que querem reduzir seus custos com gasolina ou álcool.

Leia mais no Jornal do Commercio desta quinta-feira

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias