ANÁLISE

Citroën se destaca no índice de visibilidade do Cesvi Brasil

Estudo coloca C4 Lounge e C4 Picasso entre os carros mais seguros por oferecerem boa visibilidade frontal e menos pontos cegos ao motorista

Da editoria Veículos
Da editoria Veículos
Publicado em 01/07/2015 às 17:48
Foto: Divulgação
Estudo coloca C4 Lounge e C4 Picasso entre os carros mais seguros por oferecerem boa visibilidade frontal e menos pontos cegos ao motorista - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

A Citroën obteve destaque no Índice de Visibilidade do CESVI BRASIL (Centro de Experimentação e Segurança Viária). Criado para analisar quais automóveis proporcionam melhor visibilidade para o motorista, o estudo apontou o sedã C4 Lounge com 4,5 estrelas e a minivan C4 Picasso com quatro estrelas, em uma escala que vai de zero a cinco estrelas.

Não por acaso, os dois modelos possuem tecnologias e características de design favoráveis à visibilidade, em todos os sentidos. O C4 Lounge se beneficia ainda do SAM (Smart Alert Move), ou sensor de ponto cego. Um indicador situado no retrovisor externo acende-se para prevenir o motorista da chegada de um veículo à zona de detecção de pontos cegos. Já o C4 Picasso possui em seu projeto o conceito Visiospace, que proporciona visibilidade periférica e luminosidade excepcionais, graças à ampla superfície de vidro (para-brisa panorâmico de 2 m², amplas janelas laterais dianteiras de montantes finos e janelas laterais traseiras particularmente generosas). Esta visibilidade constitui uma preciosa vantagem em termos de segurança, reduzindo o ângulo morto ¾ dianteiro, dobrando o ângulo de visibilidade para frente e oferecendo a melhor visão lateral e ¾ traseira do segmento.

De acordo com a CESVI BRASIL, o índice é elaborado colocando os veículos em uma área demarcada no chão, onde são posicionados objetos-padrão para cada tipo de área. As medições das áreas frontais são realizadas com um obstáculo de aproximadamente 110 centímetros de altura (altura aproximada de uma motocicleta), que simula postes. Para a análise da visibilidade traseira do veículo, é utilizado um obstáculo de 60 centímetros de altura, correspondente à altura dos ombros de uma criança de 3 anos. Esse estudo se deve à existência de muitos casos de atropelamentos de crianças (às vezes pelos próprios pais, na garagem de casa) por conta de uma visão traseira deficiente.

Os obstáculos são utilizados para varrer a diagonal dianteira, lateral e traseira do veículo, identificando os pontos cegos do modelo. Essas áreas são calculadas e inseridas em fórmulas matemáticas para compor o índice. Quanto maior a área na qual é possível visualizar todos os obstáculos, melhor é a classificação do veículo no Índice de Visibilidade do CESVI BRASIL.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias