SERVIÇO

Como funciona o air bag

Equipamento ajuda a salvar vidas mas é bom saber como ele funciona para aumentar sua eficência

Matheus Albino
Matheus Albino
Publicado em 22/12/2016 às 14:24
NE10
FOTO: NE10
Leitura:

Item de segurança obrigatório no Brasil em veículos novos fabricados a partir de 2014, o airbag deixou de ser um objeto exclusivo para carros de luxo. E faz sentido. A presença dele ajuda a salvar vidas em caso de acidentes por conta de seu acionamento extremamente rápido. Como num piscar de olhos, o dispositivo é acionado em apenas 30 milésimos de segundo a uma velocidade de 300km/h. Mas para a boa eficiência o airbag não depende apenas dele. O condutor precisa entender o básico de seu funcionamento e se prevenir para que nada interfira no resultado, caso o dispositivo precise ser acionado.

De acordo com especialistas ouvidos pela reportagem do Jornal do Commercio, o dispositivo entra em ação a partir de uma desaceleração brusca do veículo onde o airbag é prontamente acionado por sensores de impacto instalados por trás do para-choque que, quando atingidos, acionam a bolsa de ar. “O objetivo do airbag é preencher o espaço entre motorista (ou passageiro) e o painel, reduzindo os ferimentos”, explica Alexandre Costa, consultor automotivo da Alpha Consultoria.

AIR BAG

Segundo o especialista, para um melhor funcionamento do dispositivo o motorista deve estar com o cinto de segurança. Isso porque a proporção da abertura do airbag é calculada levando em conta o trabalho do cinto que segura, e muito, o corpo. É importante o condutor saber em quais situações o airbag é acionado e quando ele não atua. Os airbags podem ser instalados em várias partes do carro, como nas laterais, mas apenas os frontais são obrigatórios de fábrica no Brasil hoje.

Para o motorista não ter dúvidas, o ideal é se informar se o seu veículo possui outros tipos de airbag. Após um impacto forte, uma central identifica qual airbag será acionado. Se a batida for do lado do veículo, a central vai disparar apenas o airbag lateral (caso o veículo seja equipado com este tipo de proteção). Se o choque for na frente, será ligado o dispositivo frontal. Mas nem todas as situações de acidentes são passíveis de acionamento das bolsas de ar. Elas são disparadas em casos mais graves.

Infográfico

AIR BAG FUNCIONAMENTIO

Segundo o consultor automotivo, a média de vida útil dos airbags é entre 10 e 20 anos. Caso o seu veículo tenha este tempo de uso, o recomendado é levá-lo a uma oficina e fazer uma vistoria no equipamento. Alguns carros de luxo podem vir com até dez airbags, divididos entre frontais, laterais, cortina e cortina traseira.

Últimas notícias