SERVIÇO

Como conservar seu carro por mais tempo

Quem está adiando a compra do carro novo deve tomar providências para que o carro usado dure mais sem dar problemas

Edilson Vieira
Edilson Vieira
Publicado em 19/02/2017 às 9:15
NE10
FOTO: NE10
Leitura:

Milhares de brasileiros estão adiando a compra do carro novo. No ano passado, o mercado de zero-quilômetro caiu cerca de 20% e isso significa que mais veículos usados continuarão rodando por aí. Se você é um desses que pretende continuar com o mesmo automóvel por mais algum tempo é bom ficar atento para que essa economia não saia pela culatra.Deixar de fazer a manutenção corretamente e dirigir de maneira errada podem fazer com que seja necessário ir mais vezes a uma oficina para consertar algo ou trocar alguma peça por conta de um desgaste prematuro. “A boa conservação de um carro tem a ver com com a forma de dirigir e os cuidados preventivos”, ressalta Alexandre Costa, consultor automotivo da Alpha Consultoria.

CARRO

Para começar, é bom se livrar de alguns maus hábitos ao volante. Dirigir bruscamente é o principal deles. Acelerar com força para frear logo em seguida no trânsito travado da cidade é a melhor maneira de desperdiçar combustível e ainda aumentar o desgaste de lonas e pastilhas de freios, além dos pneus. E por falar em pneu, calibrar a cada 15 dias é uma regra que deve ser seguida para quem quer economizar com a troca prematura deles. Lembrando que pneu com pressão abaixo do normal aumenta o consumo de combustível em até 10% e fica mais sujeito a cortes e bolhas ao passar por buracos mais fundos ou topar com quinas de meio-feio. Já a calibragem acima da recomendada faz com que molas e amortecedores “trepidem” mais por conta do pneu mais duro. A vibração excessiva danifica a suspensão e terminais do sistema de direção. Para o pneu durar mais é preciso fazer alinhamento e balanceamento de rodas, além do rodízio, a cada 10 mil quilômetros, diz o especialista.

Outro hábito ruim ao volante é segurar o carro em uma subida com uso do acelerador e da embreagem. Isso acaba por forçar muito o sistema, apressando a troca de componentes como disco e platô. O certo é utilizar o freio de mão para parar o veículo no meio da ladeira e deixá-lo desengrenado. Claro que para esta manobra o freio de mão deve estar funcionando bem. E por falar em manutenção, para seu carro durar mais e continuar funcionando perfeitamente acostume-se a fazer uma revisão semanalmente. Isso mesmo. Toda semana é bom tirar uma meia hora para uma inspeção rápida. “Infelizmente o brasileiro não tem o hábito da manutenção preventiva, mas é esse cuidado que vai fazer com que o automóvel diminua a frequência das visitas à oficina”, alerta Alexandre Costa.
Entre os cuidados semanais inclua uma boa lavagem. É recomendado também um enceramento da pintura todo mês para proteger a carroceria e deixá-la com aparência de nova.

Infográfico

CARRO CONSERVAÇÃO

O próprio motorista pode ainda checar o nível de óleo do motor. Nunca relaxar com a troca do óleo do motor e filtros e sempre utilizar produtos de boa qualidade recomendados pelo fabricante. Veja mais algumas dicas de conservação no quadro acima.

Últimas notícias