INDÚSTRIA

Volkswagen vai criar marca de veículos mais baratos

Nova empresa do grupo vai estrear na China em 2019 e deve chegar a outros países incluindo o Brasil

Editoria de Veículos
Editoria de Veículos
Publicado em 21/02/2017 às 16:06
Divulgação
Nova empresa do grupo vai estrear na China em 2019 e deve chegar a outros países incluindo o Brasil - FOTO: Divulgação
Leitura:

Cerca de 40% dos veículos vendidos na China são modelos populares. De olho neste mercado a Volkswagen está levando adiante o projeto de ter uma submarca para fabricar apenas veículos de baixo custo de produção no país asiático. O chefe de desenvolvimento da Volkswagen, Frank Welsch, em entrevista ao site britânico Auto Express, confirmou que a empresa trabalha em ritmo acelerado para lançar a nova marca na China ainda em 2019.

Especialistas de mercado dizem que esta marca (cujo nome é mantido em segredo),deve chegar também a outros países, como Índia, México e Brasil, como forma de ampliar as vendas do Grupo, afetadas na Europa e Estados Unidos desde o escândalo dos carros a diesel, que estourou em 2015. No Brasil, seria uma forma também de a Volkswagen compensar a perda da liderança nas vendas, primeiro para a Fiat e nos últimos dois anos para a Chevrolet.

VOLKSWAGEN

A receita para produzir com baixo custo e vender carros mais baratos é simples. Utilizar plataformas (bases) antigas mas consagradas. Frank Welsch disse na entrevista a Auto Express que o primeiro modelo a ser produzido pela nova empresa será um sedã, mas não está descartado o projeto de um SUV compacto. A receita é a mesma que a Renault utiliza com a Dacia. A marca da Romênia produz veículos de baixo custo que são vendidos como Dacia na Europa e como Renault no Brasil e Argentina. São produtos da Dacia/Renault o Sandero, Logan e Duster.

A Volkswagen, na China, não precisará nem investir em uma fábrica própria já que vai utilizar instalações de indústrias chinesas parceiras. A base utilizada para o primeiro modelo será a do Golf V (o Golf atual utiliza a base VII) e o carro é nada menos que uma evolução do Santana, sedã que fez muito sucesso no Brasil nos anos 80 e 90. O Novo Santana já vendido na China desde 2013 mas vai passar a adotar a nova marca.

Ainda não está definido se a Volkswagen irá utilizar no Brasil a nova marca ou manterá o nome Volkswagen nesta nova linha de produtos (como a Renault faz com os carros da Dacia por aqui). O que se sabe é que a Volkswagen do Brasil vai investir em novos modelos, mais sofisticados e refinados, como a nova geração do Gol e Voyage, e o desenvolvimento de uma nova picape. Os modelos dito populares ficariam por conta desta nova empresa.




O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias