ELÉTRICO

Importadora traz carro elétrico da Chevrolet ao Brasil

Cinco unidades do Chevrolet Bolt chegarão ao País ao preço de R$ 289 mil cada

Editoria de Veículos
Editoria de Veículos
Publicado em 11/07/2017 às 14:05
Divulgação
Cinco unidades do Chevrolet Bolt chegarão ao País ao preço de R$ 289 mil cada - FOTO: Divulgação
Leitura:

A Direct Imports, importadora com sede em São Paulo, está embarcando nesta semana cinco unidades do Chevrolet Bolt, veículo elétrico que faz parte do portfólio da marca nos EUA. Equipado com motor 100% movido a eletricidade, ele tem 202 cavalos de potência, o suficiente para leva-lo de 0-100Km/h em 7 segundos. A autonomia das baterias é de 383Km com uma recarga completa. O valor da importação independente com todos os impostos e taxas aduaneiras é de R$ 289 mil. 

 “Esta encomenda de um cliente do Rio de Janeiro mostra que há demanda para carros elétricos no Brasil, e enquanto esperamos um incentivo em impostos para fortalecer esse novo momento de discussão sobre poluentes, teremos as primeiras unidades desse carro no País com a nossa entrada neste segmento”, avalia Daniel Valério, CEO da Direct Imports.

ELÉTRICO

 O Chevrolet Bolt tem motor exclusivamente elétrico associado ao câmbio automático (que tem um seletor com ajuste para rodar em baixa velocidade e usar os freios regenerativos para recarregar a bateria). O veículo vem equipado com sistema On Star que inclui ainda navegação e entretenimento. No quesito segurança o Bolt traz um conjunto de dez airbags, sistema de aviso de colisão e mudança de faixa, freio automático para pedestres, alerta de pontos cegos, sistema de distribuição de frenagem e de tração.

O Chevrolet Bolt lançado no ano passado nos EUA não será comercializado na rede de concessionários do Brasil, segundo a General Motors. O compacto foi considerado o “Carro do ano” pela revista Motor Trend, “Carro verde do ano” pelo Green Car Journal e recebeu também o prêmio de “Carro norte-americano de 2017”.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias