corporativismo

PMs como seguranças de servidores do TJPE

Funcionários públicos contam com esquema especial em passeios ciclísticos

Raul de Araújo Lira
Raul de Araújo Lira
Publicado em 13/10/2014 às 14:47
Leitura:

Os servidores do Tribunal de Justiça de Pernambuco são uns felizardos. Nos seus passeios ciclísticos de lazer, à noite, dispõem de segurança de PMs pagos pelo dinheiro do contribuinte, que deveriam estar a serviço de toda a população.

Esse pessoal, com seu corporativismo anômalo, parece sentir-se acima dos demais cidadãos que ganham uma miséria. Essas prerrogativas nada republicanas deveriam contar com o repúdio de toda a sociedade em forma de protestos, com passeatas ciclísticas a partir da Jaqueira exigindo o mesmo direito para todos. Vamos lá.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias