transporte

Usuários de ônibus prejudicados em Ouro Preto

Resposta do Grande Recife Consórcio não convence a população

João Alves Farias
João Alves Farias
Publicado em 09/03/2015 às 17:17
Leitura:

Perguntamos aos “donos” do Consórcio Grande Recife: quem mora em Ouro Preto, para se deslocar à Av. Carlos de Lima Cavalcante ou ao Jardim Atlântico, tem que ir a pé? A pergunta é feita porque a linha Ouro Preto/Rio Doce é a única que não tem dois itinerários. A resposta do órgão não convence a ninguém. É aquela conversa de “estudos”. Se outras pessoas não reclamam é porque sabem que receberão respostas esfarrapadas. Já que não querem atender, fariam com que os ônibus da linha Paulista/Rio Doce entrassem na Vila. Beneficiariam as pessoas prejudicadas. Essa medida depende da boa vontade dos gestores.


O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias