Náutico

Sem o Todos com a Nota, maior prejudicado foi o torcedor, opina leitor

Para Alberto Pereira, mais penalizados são aqueles com menor poder aquisitivo

Maria Luiza Borges
Maria Luiza Borges
Publicado em 22/06/2011 às 21:53
Foto: Tessa BURROWS / AFP
FOTO: Foto: Tessa BURROWS / AFP
Leitura:

Acredito que os dirigentes do clube Náutico não tiveram a intenção de desprestigiar seus torcedores, mas foi isso o que aconteceu com a não adesão ao programa Todos com a Nota. Os torcedores de menor poder aquisitivo, que são maioria, foram penalizados, ficaram sem condições de assistir ao seu time jogar.

A direção alegou que com isso haveria a possibilidade de um aumento no número de sócios, mas como? Se esses torcedores que usam o programa do governo em sua maioria não possuem condições de ser sócios em virtude de suas rendas serem baixas e não sobra nenhum dinheiro para pagar a mensalidade da agremiação de seu coração, esses torcedores somente compareciam aos jogos por causa do programa, usando em algumas oportunidades o dinheiro que não tinha sido gasto na compras desses ingressos para levar seus filhos, parentes, etc.

Com esta medida tomada pelo clube, o que pode acontecer é os torcedores adquirirem os cartões do programa para assistir outros jogos dos outros times de Pernambuco, aumentando o número de seus torcedores e também e aumentando a parte financeira dos mesmos. Acho que deve haver um momento de reflexão com a cabeça fria dos dirigentes do Náutico, pois o programa além de aumentar o número dos torcedores, irá também proporcionar um aumento financeiro na renda do clube, pois é uma coisa certa, será um dinheiro que apesar de ter uma valor menor do que poderia ser, será de bastante valia para ajudar nas obrigações do clube.

Alberto Pereira é torcedor alvirrubro.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias