Que ninguém se surpreenda

Publicado em 25/10/2012 às 9:00
Leitura:
Enquanto os prefeitos eleitos ou reeleitos correm em busca de recursos para viabilizar as promessas de campanha, parte dos vereadores que renovou os mandatos no Recife mobiliza tempo e energia para a disputa de cargos na mesa diretora da Câmara Municipal. Ocupar uma das sete funções significa agregar poder e prestigio. Os cargos mais disputados são os de presidente e de 1ª secretário. A concorrência está tão acirrada que não se fala em outra coisa nos bastidores. Com uma base governista formada pela maioria dos vereadores, isso sem contar com os adesistas de plantão, Geraldo Julio terá que mostrar habilidade política para não criar arestas. Por isso, o critério da escolha pela proporcionalidade é a que mais agrada o futuro prefeito. Assim, o PSB de Geraldo deve ficar com a presidência. Dois nomes são citados: Vicente André Gomes e Marília Arraes. A prima do governador Eduardo Campos está mais cotada. Ela inclusive já admite que tem interesse na função. Existem dois cenários para a escolha do 1ª secretário. No primeiro, Augusto Carreras continuaria na função. Tem a simpatia de Geraldo e do Palácio, mas encontra resistência interna. No segundo, o PT de Humberto Costa poderia ser agraciado com a indicação de Jurandir Liberal, o atual presidente. O que é uma forma de retomar a relação com o grupo, quebrada após o confronto na campanha com o PSB. Jurandir já declarou que, apesar disso, está neutro. Que ninguém se surpreenda. Oi,oi,oi...

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias