É rock na veia

Publicado em 10/04/2013 às 10:08
Leitura:
Para marcar os 100 dias de seu governo, Geraldo Julio volta hoje ao terreno doado pela União para a construção do Hospital da Mulher do Recife. Quer mostrar à população que, antes do tempo previsto, vai tirar o projeto do papel. Durante a campanha do ano passado, este hospital e outras dezenas de obras fizeram parte da relação das promessas apresentadas aos eleitores. Em função desses compromissos assumidos por ele, com o aval de Eduardo Campos, criou-se uma grande expectativa na cidade, sentimento que se refletiu na pesquisa que o Instituto Maurício de Nassau, em parceria com o JC, realizou no Recife para avaliar essa fase do mandato. De acordo com o resultado, 73% dos entrevistados afirmaram que Geraldo tem condições de fazer uma boa gestão, índice superior ao da própria aprovação do governo (57%). Isso significa que, apesar de toda a movimentação que Geraldo promoveu nesses três meses, chegando a protagonizar cenas curiosas, a população está esperando mais. O prefeito tem um cenário positivo, mas o desafio de mostrar como “pode fazer mais”. Coincidentemente, esse é o mesmo mote utilizado pelo seu padrinho político na pré-campanha presidencial para dizer que pode ir além da gestão do PT. Geraldo, porém, passou dessa fase. Para não correr o risco de transformar esse sentimento em frustração, tem que fazer a máquina moer ainda mais. Com isso, o prefeito vai monitorar os secretários e ser monitorado pelo cidadão e, sobretudo, por Eduardo Campos. É rock na veia, baby.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias