Futebol e política

Publicado em 07/02/2014 às 15:00
Leitura:
Um episódio inusitado marcou a Copa da Espanha. A França vencia o Kwait, do técnico Carlos Alberto Parreira, por 3x0, quando aos 35 minutos do 2º tempo, a França fez outro gol. Da tribuna, o xeque Fahid Al-Amad Sabah, chefe da delegação do Kwait, falou ter ouvido um apito do árbitro e exigiu a anulação do gol. Foi atendido, mas a França ganhou. Com Marcelo Cavalcante, do Blog do Torcedor

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias