Cada um no seu quadrado

Publicado em 21/03/2014 às 10:00
Leitura:
Não havia nenhuma agenda relacionada com a Fazenda. Mesmo assim, o secretário Paulo Câmara acompanhou toda a programação de inaugurações e visitas do governador Eduardo Campos ontem no interior. E prosseguem hoje. O que coloca Câmara na pauta é o simples fato de ele ser o pré-candidato do PSB ao governo do Estado. Caso contrário, seguiria despachando na Fazenda, como ocorria antes de ser ungido pelo padrinho para disputar a sucessão dele. Câmara passa por uma espécie de curso intensivo de rua com o objetivo de pegar cheiro de povo. Eduardo tem apenas duas semanas para tanto, já que passará a maior parte da campanha presidencial fora do Estado. Enquanto isso, no campo da oposição, Armando Monteiro está em outro momento. Tem deixado um pouco as ruas nesses últimos dias para buscar apoio nos gabinetes de Brasília. As conversas com a cúpula do PT estão intensas. Até por conta do encontro estadual que o partido promove este fim de semana para decidir se apoia ou não a tese de aliança com o PTB no 1º turno. Armando, ao contrário de Câmara, está no momento de olhar mais para dentro do que para fora. Assegurando o casamento com o PT, mesmo que ele venha sem a unidade desejada, Armando abre uma porta para a aliança com outras legendas. O que reforça o seu palanque e o da presidente Dilma Rousseff em Pernambuco. Hoje, cada um está atuando no seu quadrado. É carga.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias