Racha na Secretaria da Fazenda

Giovanni Sandes
Giovanni Sandes
Publicado em 26/06/2014 às 16:10
Leitura:
Nó para João Lyra (PSB) desatar. Presidente do Tribunal Tributário da Fazenda de PE (TATE), por mais de 10 anos, o julgador tributário Marco Antônio Mazzoni pediu exoneração. Discorda da posição do secretário Décio Padilha (foto) de não mais realizar concurso público para julgadores do TATE. Mazzoni rebate a Décio que negou haver um trenzinho da alegria (nomeação de auditores para as vagas) a caminho, mas sim uma modernização. Mazzoni afirma: o único objetivo é alterar a forma de provimento dos cargos de julgadores, que pela Constituição Estadual é feita mediante concurso público.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias