Paulo Câmara manda cancelar licitação da lagosta

Publicado em 13/02/2015 às 14:15
Leitura:
O governador Paulo Câmara (PSB) decidiu já nesta sexta (13) cancelar a licitação do buffet do Palácio. O contrato incluiria itens como lagosta, na forma de medalhão e miniquiche, por exemplo, entre vários outros pratos. E prometia polêmica por ter sido licitado apenas dois dias após uma tensa negociação salarial com a PM e uma semana depois de o próprio governo anunciar um corte de gastos de R$ 320 milhões na máquina pública, este ano. A Coluna Pinga-fogo desta sexta revelou a realização da licitação, que ocorreu nesta quinta (12). Com o cancelamento, o cardápio e as quantidades do serviço, que era específico para o gabinete do governador, serão revistos. Ao decidir pelo cancelamento, o governador Paulo Câmara considerou que "os tempos são outros", para determinar a revisão dos itens no cardápio. Leia mais na Pinga-fogo da edição deste sábado (14), do Jornal do Commercio.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias