No Recife, aliança PT e PRB une sindicalistas e a Igreja Universal

Publicado em 22/07/2016 às 7:31
No centro, João Paulo (PT), com Silvio Costa Filho (PRB) à direita dele na foto. Imagem: Társio Alves
FOTO: No centro, João Paulo (PT), com Silvio Costa Filho (PRB) à direita dele na foto. Imagem: Társio Alves
Leitura:
No centro, João Paulo (PT), com Silvio Costa Filho (PRB) à direita dele na foto. Imagem: Társio Alves No centro, João Paulo (PT), com Silvio Costa Filho (PRB) à direita dele na foto. Imagem: Társio Alves   De pequeno a médio porte e tido como braço político da Igreja Universal, o PRB tenta deixar de lado essa imagem. E não só em São Paulo, onde volta a ir com Celso Russomano contra o prefeito Fernando Haddad (PT). Ao contrário da capital paulista, no Recife a sigla une sindicalistas e a Universal pelo nome do PT, o ex-prefeito João Paulo. Na capital pernambucana o partido parece outro, comparado às suas posições nacionais.
Ministro da Defesa: preocupação com Olimpíadas é "proporcional aos últimos ataques" na França Só a conta de energia da transposição vai custar R$ 300 milhões ao ano O papel de Mendonça Filho e do "G-8 do Impeachment" na eleição de Rodrigo Maia
Em 2005 o PRB filiou o vice de Lula (PT), José Alencar – ainda era PMR, mas mudou para PRB por sugestão dele. Em 2016, após anos com o PT, a sigla votou a favor do afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT). Hoje tem um bispo, Marcelo Pereira, ministro do Desenvolvimento no governo de Michel Temer (PMDB). Em Pernambuco, o expoente é o Bispo Ossesio: natural do Rio de Janeiro, começou na Universal, passou por rádio e TV e morou em Minas Gerais e Bahia, onde tentou a política sem sucesso. Veio a Pernambuco em 2008 e em 2012 virou suplente na Alepe. Só foi eleito em 2014 ajudado por Eduardo Campos (PSB). Ainda é grato. Convenção do PT oficializa a chapa. Foto: Divulgação/PT Evento de lançamento da campanha. Foto: Divulgação/PT   Em março, em uma supresa local, a sigla filiou Silvio Costa Filho, líder da oposição e filho do deputado federal Silvio Costa (PTdoB), fervoroso anti-impeachment. O filho entrou no PRB, desistiu de ser candidato e ontem oficialmente virou vice na chapa de João Paulo. Pronto. Sindicalistas e a Universal se juntaram pelo PT do Recife.
PSDB e PT do Recife discutem não ter marqueteiros de renome nas eleições 2016 PSB e PSDB de Pernambuco: rompidos, "pero no mucho" Antes das eleições 2016, sucessão de Paulo Câmara já em debate
PARTIDO É UMA COISA, IGREJA OUTRA Já no dia do anúncio da aliança de PRB e PT no Recife, Silvio Filho foi perguntado sobre as contradições da chapa, que tem na cabeça o PT criticando o “golpe” e o PRB, na vice, como um dos “golpistas”. Silvio Filho também foi questionado sobre o vínculo do PRB e Universal. E falou que a sigla é uma coisa, igreja outra. A CARA DA ALIANÇA Quem representa bem o casamento entre o “partido da Universal” e os sindicalistas é o presidente licenciado da Força Sindical de Pernambuco, Rinaldo Junior (PRB). Em 2012 ele não foi eleito por 300 votos. Vai tentar de novo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias