Coluna Cena Política

Bahia ganha na Justiça direito de fiscalizar aviões. Governo Federal resiste para não aplicar suspensões no setor

A decisão da Justiça libera o Estado para fiscalizar aviões que saírem do RJ e de SP onde estão sendo registradas as mortes pelo coronavírus. Voos internacionais também terão restrições.

Igor Maciel
Igor Maciel
Publicado em 19/03/2020 às 16:04
Notícia
EDMAR MELO/ACERVO JC IMAGEM
CVC fretou avião da TAP para trazer turistas do navio de cruzeiro que ficou retido - FOTO: EDMAR MELO/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Depois de o Paraná proibir a entrada de ônibus com origem no RJ ou em SP, agora foi a Bahia que conseguiu na Justiça uma liminar para ser autorizada pela Anvisa a criar uma barreira sanitária no Estado, principalmente para voos com origem nos dois Estados que tem mais casos de coronavírus no Brasil.

Com a decisão, a vigilância sanitária do Estado da Bahia poderá fiscalizar as aeronaves e os passageiros que desembarcarem por lá.

A autorização foi concedida pelo juiz federal Eduardo Gomes Carqueija que incluiu voos internacionais na decisão.

A medida foi tomada porque o Governo Federal, com a Anvisa, se recusam, até agora, a implantar medidas de acompanhamento. Na China, a temperatura de todos os passageiros era medida nos aeroportos.

Aqui ainda não há fiscalização para voos internacionais. A demora em tomar alguma decisão sobre os aeroportos já foi criticada, inclusive, pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM).

.

LEIA MAIS TEXTOS DA COLUNA CENA POLÍTICA AQUI

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias