Eleições 2020

Priscila Krause como vice de Mendonça teria sido sugestão dos partidos aliados. Interesse partidário vai ter que esperar

A operação da Polícia Federal nesta quarta-feira (16) provou que o tema corrupção e pandemia será impossível de se ignorar e Priscila Krause tem tido uma atuação forte na área. Difícil ter havido uma semana em que ela não tenha feito um questionamento sobre as contas da administração municipal.

Igor Maciel
Igor Maciel
Publicado em 16/09/2020 às 13:25
Análise

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Priscila é tida como a mais combativa da oposição ao PSB e conhece bem as contas da prefeitura nos últimos anos - FOTO: Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Hoje, no dicionário de gestão, deixou-se de usar a expressão equipe, usa-se time. Formar um bom time, onde cada membro tem competências diferentes é importante para os resultados. A informação é que a escolha de Priscila Krause (DEM) para a vice de Mendonça Filho (DEM) seguiu esse critério e foi indicação primeira dos partidos aliados.

"O ano de 2021 vai ser de muita dificuldade. Um ano para reorganizar as contas e agir com muito zelo e responsabilidade. Para momentos assim, montar um bom time é mais importante do que enxergar, meramente, interesses partidários", explicou um integrante da oposição em reserva, que completou: "A verdade é que, nos partidos aliados, reconheceu-se que, apesar de haver bons nomes, eles não se encaixavam para o momento dessa disputa. O momento pede alguém como Priscila", finalizou.

A operação da Polícia Federal nesta quarta-feira (16) provou que o tema corrupção e pandemia será impossível de se ignorar, Priscila Krause tem tido uma atuação forte na área. Difícil ter havido uma semana em que ela não tenha feito um questionamento sobre as contas da administração municipal durante o período, com levantamentos dos gastos, inclusive, em denúncias que já viraram investigações policiais.

Mas a principal justificativa do grupo de oposição para o nome de Priscila é que é alguém muito ligada ao Recife, que cresceu tendo o pai, Gustavo Krause, como prefeito e depois governador, disputa eleições no município há anos e conhece bem a cidade.

Em termos de formação de time, não poderia ser uma escolha melhor. O impacto de ser do mesmo partido que Mendonça Filho pode gerar críticas de que não havia bons quadros na oposição para formar a chapa. 

O fato, porém, de a escolhida ter sido quem foi, deve diluir as críticas com o tempo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias