Cena Política

Anúncio sobre concessão de rodovias em Pernambuco é ótima notícia dentro do socialismo conveniente pernambucano

Para os socialistas locais que gritam contra o setor privado, é uma derrota. Com o tempo, talvez entendam que não é feio o poder público pedir ajuda naquilo que já provou ser incompetente

Igor Maciel
Cadastrado por
Igor Maciel
Publicado em 13/08/2021 às 11:31 | Atualizado em 13/08/2021 às 11:39
FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
E mais: o abandono da malha fez o Brasil deixar de economizar R$ 956 milhões de litros de diesel em 2020, o que representa a quantia de R$ 4 bilhões. Esse é o custo por termos estradas ruins - FOTO: FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Leitura:

Caso, finalmente, avancem, as concessões de rodovias estaduais em Pernambuco estão entre as melhores notícias que o governo poderia dar nos últimos tempos na área de economia e infraestrutura.

Mas não apenas isso, porque também é uma mudança importante de paradigma por parte dos socialistas pernambucanos que não têm o diálogo com o setor privado como ferramenta usual. E fazem discursos apaixonados contra privatizações, como se o setor privado fosse o inferno.

Os trechos que podem ser concedidos à iniciativa privada ainda são curtos. No total, a PE 60, PE 90 e a PE 50 têm circulação conjunta de 25 mil veículos.

A BR 232, por exemplo, sozinha, tem fluxo diário com mais de 30 mil veículos.

É, porém, um teste importante para ampliar as concessões no futuro e para acabar com o discurso demagógico que grassa nas últimas gestões do Estado contra qualquer participação privada, competente, naquilo que o poder público já comprovou sua incorrigível incompetência.

É preciso parabenizar o governo pela iniciativa, condicionando a congratulação à necessidade de que isso seja semente ainda para aberturas maiores no futuro, e não um limite para a utopia socialista local que só é socialista de verdade quando convém.

Que tenhamos mais concessões, menos Estado e mais qualidade nos serviços. Quem sabe, agora, não se aprende o caminho do diálogo por essas bandas?

Comentários

Últimas notícias