Cena Política

Aqui, onde Renan é esteio moral e Ciro Gomes é um poço de sensatez, Guido Mantega seria um ótimo ministro da Economia

Depois de escrever artigo exaltando economia nos governos do PT, omitindo Dilma, claro, informação de que ele pode voltar ao ministério num governo Lula assustou o mercado.

Igor Maciel
Igor Maciel
Publicado em 05/01/2022 às 16:35
Foto: ABr
O ex-ministro Guido Mantega - FOTO: Foto: ABr
Leitura:

O Brasil é um país interessante, no qual Ciro Gomes (PDT) parece ser a pessoa mais sensata e Guido Mantega é cotado como um bom ministro da Fazenda.

Um artigo assinado pelo ex-chefão da Economia de Lula (PT) e Dilma Rousseff (PT), apresentando as linhas gerais do que seria o pensamento econômico do petista, publicado nesta quarta-feira (5), provocou repercussão nacional.

Negativa, na maioria dos casos.

Ciro Gomes, o primeiro personagem da frase tragicômica no início deste texto, foi às redes sociais chamar o artigo de "nacional desenvolvimentismo de araque". Ciro diz, com absoluta (e rara) razão, que Mantega escondeu Dilma.

No texto, o ex-ministro Mantega exalta o período de 2003 a 2014, mas "esquece" o fim de 2014, quando aconteceram as pedaladas fiscais e quando ele próprio ajudou a provocar uma recessão com o objetivo de reeleger Dilma.

Não citou também todo o ano de 2015, quando Joaquim Levy o substituiu e não conseguiu reverter a situação.

As contas só se equilibraram com Temer (MDB) e Henrique Meirelles, após o impeachment. E o mercado sabe disso.

Tanto que a Bolsa abriu em queda livre na manhã, com a perspectiva de que o genovês, como é conhecido (Mantega nasceu na Itália), seja ministro de um eventual governo petista em 2023.

A estabilidade do mercado só veio depois que petistas correram para apagar o incêndio, explicando que ele estaria descartado.

A informação é de que Lula teria cogitado colocar um grupo de economistas para escrever o artigo, mas temia antecipar debates econômicos e acabar queimando cartuchos que poderia utilizar apenas na campanha.

O argumento dos petistas que conversaram com agentes do mercado é que o fato de ter sido Mantega só prova que ele está descartado num futuro governo.

A verdade é que, em um país no qual Bolsonaro (PL) é chefe de Estado, Renan Calheiros (MDB) é base de moralidade, Lula é esperança de futuro e Ciro Gomes é o sujeito mais sensato, não é de se estranhar que Guido Mantega pudesse ser cotado para ocupar o ministério da Economia.

Como se sabe muito bem em Pernambuco, até boi "pode voar".

Comentários

Últimas notícias