Cena Política

Em segundo lugar nas pesquisas, Raquel Lyra não cedeu à pressão e não desistiu. Marcou a data da convenção

Ela recebeu propostas de todo o tipo, pesquisas com "análises" que impossibilitavam a candidatura dela. E não recuou.

Igor Maciel
Cadastrado por
Igor Maciel
Publicado em 22/07/2022 às 18:01 | Atualizado em 22/07/2022 às 19:25
DIVULGAÇÃO
Raquel Lyra (PSDB), que oficializou a data para a convenção - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

Raquel Lyra (PSDB) marcou sua convenção para o dia 30/7. Será no Recife, no Clube Português. A promessa é a de que será apresentada a chapa completa.

A convocação foi feita pelo deputado federal Daniel Coelho (Cidadania) que preside e federação PSDB/Cidadania em Pernambuco.

Ainda não se sabe quem irá para a disputa como candidato ao Senado.

A vice, está praticamente definida, deve ser Priscila Krause (Cidadania).

Raquel não caiu como os adversários imaginavam e isso está incomodando.

A tucana também não desistiu, como muita gente chegou a apostar que faria, para se juntar a um dos outros palanques postos.

Raquel foi cotada para o Senado na chapa de Miguel Coelho (UB) e vice na chapa de Marília Arraes (SD), mas não aceitou recuar.

Recebeu propostas de todo o tipo, pesquisas com "análises" que impossibilitavam a candidatura dela. E não recuou.

Em todo o período de pré-campanha, após Marília entrar na disputa, manteve-se em segundo lugar e sempre usou esse argumento: 

"Por que alguém que está em segundo lugar nas pesquisas com vaga no segundo turno desistiria da candidatura para ser vice da primeira ou para ser candidata ao Senado na chapa do quarto colocado?"

Tem sua lógica.

Comentários

Últimas notícias