Opinião

Senador encontrado com dinheiro nas nádegas é articulador de projeto para manter Alcolumbre no poder

Leia a opinião de Cláudio Humberto

Cláudio Humberto
Cláudio Humberto
Publicado em 16/10/2020 às 7:29
Notícia

GERALDO MAGELA/AGÊNCIA SENADO
O parlamentar escondeu dinheiro na cueca durante a abordagem dos policiais - FOTO: GERALDO MAGELA/AGÊNCIA SENADO
Leitura:

Cuecão pró Alcolumbre

O dinheiro enfiado nas nádegas pode destruir a carreira do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), já apelidado de "cuecão", também provoca danos à "campanha" de reeleição de Davi Alcolumbre, presidente do Senado. Ele é um dos principais articuladores do projeto que altera a Constituição para atender o desejo de Alcolumbre de manter o poder. A lei veda reeleição de integrante da Mesa Diretora na mesma legislatura. Chico Rodrigues tinha a "missão impossível" de convencer o governo a fazer o "centrão" apoiar a reeleição da dupla Rodrigo Maia/Alcolumbre. O senador que enfiou dinheiro nas nádegas atuava como um "garoto de recados" de Alcolumbre, nas tentativas de alterar a Constituição. hico Rodrigues fazia o "corpo-a-corpo" em favor da tese da reeleição, em conversas pessoais com os colegas senadores. esta quinta-feira (15), a turma de Alcolumbre fez "voto de silêncio" em relação ao escândalo do dinheiro nas nádegas.

Eficácia 

O ministro Luís Roberto Barroso afastou o senador Chico Rodrigues por 90 dias, mas a decisão só vale se o Senado confirmar. Já interferências do STF no Poder Executivo, no entanto, têm eficácia imediata.

Jobs

O jurista Rafael Favetti propõe o exercício: imagine Steve Jobs iniciando a Apple em uma garagem no Brasil, sem alvará, importando chips etc. Seria alvo de "Operação Maçã Podre" e ficaria uns oito meses em prisão preventiva, contas bloqueadas e projetos "aguardando perícia" por anos.

Extradição

A Polícia Federal prendeu ontem (15), no aeroporto de Guarulhos (SP), um cidadão turco condenado pelo por tráfico de pessoas, e fugitivo da Justiça da Bélgica. Ele será extraditado para cumprir sua pena.

Salles

Perde força o linchamento do ministro do Meio Ambiente, liderado pelo grupo de ONGs que perderam poder e sobretudo muito dinheiro no governo Bolsonaro, com seguidas vitórias de Ricardo Salles na Justiça.

Apropriação

O filme "A nossa bandeira jamais será vermelha", contra a "concentração da mídia no Brasil", usou o lema de protestos contra os governos do PT entrevistando jornalistas "independentes" ligados, claro, à oposição.

Rap

A soltura do super-traficante serviu para reforçar a glamourização de criminosos, tão ao gosto da imprensa brasileira, do Bandido da Luz Vermelha a líderes do "PCC". É questão de (pouco) tempo um cineasta oportunista transformar em filme a vida do bandidão André do Rap.

França passa em casos diários

A Organização Mundial da Saúde se concentra no ressurgimento das infecções por coronavírus na Europa. Em países como a Espanha e a Itália, o número diário de infectados ultrapassou o pico da doença nos meses mais graves da pandemia no continente. O caso da França chama atenção em especial: o número diário (31 mil) supera o Brasil (27 mil) que tem uma população quatro vezes maior. Apesar disso, o número de mortes é uma pequena fração do período mais grave da pandemia. O jornalismo de funerária ameniza o recrudescimento da pandemia na Europa ao dizer que por lá "se testa mais". "Grave" mesmo, só no Brasil. O Reino Unido preocupa autoridades: a média diária de contágios é de 16 mil casos. O número é mais que o triplo do pico atingido em abril. O número diário de mortes no Reino Unido também segue tendência de alta e já se aproxima de 100, o maior patamar desde meados de maio.

Frase

"Vossa Excelência é um coordenador de iguais", ministro Marco Aurélio rejeitando o que chama de "papel de censor" do presidente do STF

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias