Jovens adultos da periferia são os que mais buscam crédito nos bancos

Publicado em 10/04/2015 às 15:35
Leitura:
O grupo de jovens adultos da periferia é justamente um dos protagonistas da ascensão da nova classe média nos últimos anos e o que reúne o maior número de pessoas no Brasil, segundo a segmentação Mosaic Brasil (foto: Guga Matos/JC Imagem) O grupo de jovens adultos da periferia é justamente um dos protagonistas da ascensão da nova classe média nos últimos anos e o que reúne o maior número de pessoas no Brasil, segundo a segmentação Mosaic Brasil (foto: Guga Matos/JC Imagem)   Moradores adultos de até 35 anos das periferias brasileiras. Esse é o perfil dos cidadãos que mais buscaram crédito nos bancos neste início de ano, entre janeiro e fevereiro, com 17,6% da procura total, de acordo com um levantamento feito pela Serasa Experian. O grupo de jovens adultos da periferia é justamente um dos protagonistas da ascensão da nova classe média nos últimos anos e o que reúne o maior número de pessoas no Brasil, segundo a segmentação Mosaic Brasil, modelo baseado em dados socioeconômicos, demográficos, geográficos, comportamentais, de consumo e estilo de vida. O Mosaic Brasil define 11 grandes grupos sociais. São cidadãos que muitas vezes adquiriram bens e produtos de forma parcelada, utilizando cartão de crédito e crediário e agora enfrentam mais dificuldades para quitas as dívidas, em função dos juros altos e da inflação, que aperta o bolso das famílias e encurta os salários no final do mês. Além disso, são consumidores que, em geral, tiveram pouco acesso à educação financeira e, por isso, têm dificuldade em estabelecer um controle orçamentário. Em seguida, o grupo que mais procurou crédito junto aos bancos foi o de adultos urbanos estabelecidos, que, segundo o Mosaic Brasil, é formado por consumidores entre os 30 e 60 anos, com boa escolaridade e que já atingiram um padrão de vida relativamente confortável. Confira o ranking das consultas de crédito feitas aos bancos: Grupo Mosaic - Percentual do total de consultas Jovens Adultos da Periferia - 17,6% Adultos Urbanos Estabelecidos - 17,0% Massa Trabalhadora Urbana - 14,6% Donos de Negócio - 10,2% Juventude Trabalhadora Urbana - 8,7% Habitantes de Áreas Rurais - 7,8% Elites Brasileiras - 7,4% Moradores de Áreas Empobrecidas do Sul e do Sudeste árias - 6,2% Habitantes de Zonas Precárias - 6,0% Experientes Urbanos de Vida Confortável - 2,7% Envelhecendo no Séc. XXI - 1,8%  

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias