Celpe troca material reciclável por desconto na conta de luz

Publicado em 04/08/2016 às 12:18
Clientes podem trocar papelão, papel, metal e plástico. Foto Ilustrativa: Domínio Público.
FOTO: Clientes podem trocar papelão, papel, metal e plástico. Foto Ilustrativa: Domínio Público.
Leitura:
Clientes podem trocar papelão, papel, metal e plástico. Foto Ilustrativa: Domínio Público. Clientes podem trocar papelão, papel, metal e plástico. Foto Ilustrativa: Domínio Público.   Moradores de condomínios residenciais do Recife e de Olinda podem trocar material reciclável por desconto na conta de energia. A iniciativa, promovida pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), é uma extensão do Projeto Vale Luz. O objetivo é estimular o uso racional dos recursos naturais e minimizar o impacto dos resíduos no meio ambiente. Para participar, representantes de condomínios devem entrar em contato pelo telefone (81) 3035-8965 ou enviar e-mail para o endereço eletrônico eficiencia@neoenergia.com com o assunto Vale luz Celpe. O número de condomínios aceitos no projeto será limitado e deverá seguir os critérios de participação. LEIA TAMBÉM » Em parceria com Celpe, Ipem-PE verifica medidor de energia » Celpe troca resíduos sólidos por descontos na conta de luz » É hora de cobrar os prejuízos à Celpe. Veja como proceder É interessante para a Celpe que os condomínios participantes já possuam a prática de coleta seletiva implantada. É preciso separar e armazenar os materiais recicláveis limpos e secos. São aceitos para troca, produtos como metal (latas de alumínio e ferro), papel (papel branco, revista, jornal, panfleto), papelão e plásticos (garrafas pet, embalagens de detergente e produtos de higiene). Alguns cuidados devem ser tomados no momento da coleta. Papéis e plásticos, por exemplo, não podem estar sujos ou molhados. Também não devem estar amassados e as caixas de papelão devem estar desmontadas. No caso das latas de alumínio, devem estar sem areia, pedra ou materiais que comprometam a pesagem e, se possível, devem também estar achatadas. Além disso, não poderá possuir parceria ou convênio com cooperativa de catadores de materiais recicláveis. Em 2016, o Projeto Vale Luz da Celpe, que atenda a comunidades de baixa renda do Grande Recife, passou a permitir a participação de todos os clientes residenciais. Desde o inicio do projeto em 2008, já foram coletadas cerca de 700 toneladas de material reciclável e concedidos mais de R$ 130 mil em descontos, até junho/2016.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias