PESQUISA

Procon encontra diferença de preços de quase 300% em carnes no comércio do Grande Recife

Variação nos preços dos queijos e presuntos também foi considerada elevada. População pode consultar pesquisa para encontrar locais mais em conta

Edilson Vieira
Edilson Vieira
Publicado em 22/11/2021 às 19:18
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Venda de carnes em açougue do Recife - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

O Procon Pernambuco realizou no dias 08 a 12 de novembro, mais uma pesquisa de preços de carnes bovina, suína e de frango, além de queijos e presuntos. A pesquisa aconteceu em 22 estabelecimentos da Região Metropolitana do Recife (RMR) e encontrou uma grande variação de preços para os mesmo produtos oferecidos em locais diferentes.

De acordo com a pesquisa do Procon, comparando os produtos por estabelecimentos, é possível constatar uma grande diferença percentual, como no caso do fígado de frango, que pode ser encontrado com uma diferença de 293,54%. Em um determinado local, o quilo do produto custa R$ 6,35, em outro R$ 24,99. O osso bovino também se destacou. Em um estabelecimento chega a custar R$ 2,50, e em outro fica a R$ 8,00, apresentando um percentual de 220,00%. Já nas carnes suínas, o quilo da bisteca com osso, pode ser encontrado com uma variação de 153,44%. Em um supermercado fica por R$ 14,99 e noutro por R$37,99.

Preços de presunto e queijo

Na parte de frios, o quilo do queijo minas teve diferença de 196,50%, podendo ser encontrado de R$ 27,99 a R$ 82,99. O presunto de porco apresenta um percentual de 85,88%, com valores de R$ 19,90 até R$ 36,99.

"Neste momento de dificuldade financeira que todo o país vem atravessando, essa pesquisa vem para auxiliar a população a economizar e garantir a aquisição de um número maior de suprimentos para suas famílias", destaca o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Onde é mais barato?

O Procon-PE pesquisou 26 cortes de carnes bovinas, seis de carne suína, 14 cortes de frango, 6 tipos de queijos e dois de presuntos. Toda planilha está disponível no site do órgão (www.procon.pe.gov.br), ou clicando aqui. É possível identificar o preço de cada item por estabelecimentos, com o nome dos locais e endereços onde o produto encontra-se mais acessível.

 

Comentários

Últimas notícias