Enem: veja o que revisar em biologia

Publicado em 25/09/2016 às 4:28
Pedro Castor, aluno do Colégio Santa Maria, gosta de revisar assuntos de biologia. Foto: Ashlley Melo / JC Imagem
FOTO: Pedro Castor, aluno do Colégio Santa Maria, gosta de revisar assuntos de biologia. Foto: Ashlley Melo / JC Imagem
Leitura:
Pedro Castor, aluno do Colégio Santa Maria, gosta de revisar assuntos de biologia. Foto: Ashlley Melo / JC Imagem Pedro Castor, aluno do Colégio Santa Maria, gosta de revisar assuntos de biologia. Foto: Ashlley Melo / JC Imagem De pouco mais de 12 meses para cá um pequeno mosquito ganhou o noticiário com mais força pelo grande estrago que provocou. O Aedes aegypti, transmissor da dengue, chicungunha e zika, é associado à microcefalia, má formação congênita observada em centenas de bebês que nasceram no País no último ano, muitos deles em Pernambuco. Não estranhe se a prova de ciências da natureza do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que acontecerá em 5 de novembro, tiver perguntas relacionadas ao vetor. “O exame foca sempre em temas atuais. A biologia não foge a esse contexto. O Aedes aegypti, como hospedeiro intermediário de doenças já conhecidas e de novas epidemias, deve ser lembrado na avaliação. É importante entender o mecanismo dos ciclos e doenças para o controle e prevenção delas”, destaca o professor de biologia Kilder Alves. Ele leciona no Colégio Santa Maria, localizado em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Vale ressaltar que Aedes aegypti é o principal vetor também da febre amarela urbana. Em época de campanha eleitoral para prefeitos, o docente lembra que são comuns promessas na área de saúde pública. “A falta de saneamento básico e doenças de transmissão pela água como viroses, bacterioses e verminoses são sempre cobradas nas avaliações”, diz Kilder. Como exemplo, ele cita ascaridíase, esquistossomose e oxiurus. Revisar assuntos de biologia é também ficar atento ao noticiário dos veículos de comunicação. Concluinte do ensino médio do Santa Maria, Pedro Castor, 18 anos, vai tentar ingressar no curso de medicina. Sabe que tirar boa nota em ciências da natureza é importante para conquistar a vaga. Por isso dá atenção especial à disciplina. “Acredito que os impactos ambientais do acidente que aconteceu ano passado em Mariana, Minas Gerais, podem aparecer em perguntas no Enem”, comenta Pedro, que aposta também em dengue e microcefalia como temas presentes no teste. “Procuro estar informado, ler jornais e revistas”, afirma Pedro. Entre os prejuízos para a natureza, provocados pelo estouro da barragem mineira, estão contaminação do solo e da água e morte de animais. Desequilíbrio ecológico, emissão de gás carbônico, os gases do efeito estufa relacionados ao aquecimento global e o ciclo da água são assuntos enumerados por Kilder Alves na lista de prioridades em ecologia. “O vestibulando deve dominar o conteúdo e ter a capacidade de contextualizá-lo e relacioná-lo com os fatos mais discutidos, afinal a biologia é vida em seu estudo e compreensão”, enfatiza o professor. Enfermidades que sempre aparecem no noticiário, o infarto, a diabetes, a Doença de Parkinson, o Mal de Alzheimer e outros males causados por distúrbios nos sistemas do corpo humano são as sugestões do professor na parte de fisiologia. biologia

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias