Enem para candidatos de escolas ocupadas será dias 3 e 4 de dezembro

Publicado em 01/11/2016 às 14:55
Centro de Artes da UFPE é um dos locais de provas do Enem ocupados por estudantes. Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem
FOTO: Centro de Artes da UFPE é um dos locais de provas do Enem ocupados por estudantes. Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem
Leitura:
Centro de Artes da UFPE é um dos locais de provas do Enem ocupados por estudantes. Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem Centro de Artes da UFPE é um dos locais de provas do Enem ocupados por estudantes. Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem Dos 8,6 milhões de inscritos no Enem, 191.494 estudantes terão as provas adiadas para os dias 3 e 4 de dezembro. Esses participantes foram afetados pelas ocupações em escolas, universidades e institutos. Todos serão avisados pelo Inep por meio de SMS, e-mail e divulgação no site. Será possível, ainda, acessar o aplicativo Enem 2016 ou se informar pelo 0800 616161. Segundo o Inep, a mudança dos locais de prova na véspera da aplicação coloca em risco a segurança do Enem. O exame exige um plano logístico de distribuição do material, com rotas pré-definidas, escoltas policiais e efetivo policial destacado para a operação. A alteração desses locais implica em reprocessar todo o material para readequação da nova logística. O local requer, ainda, estrutura mínima para receber a aplicação, ter acessibilidade para deficientes físicos (banheiros adaptados, mobiliário adequado para cadeirantes, surdos, cegos e à faixa etária), além de salas extras e estudo de plano de risco. A nova aplicação será em tempo hábil para a utilização dos resultados no SISU, Fies e Prouni. Do ponto de vista da prova, os novos itens serão equivalentes, de modo a garantir a isonomia do Enem. Novos locais de prova – O Inep está preparando um plano logístico para garantir a segurança e tranquilidade da aplicação das provas no início de dezembro. Os novos locais de prova serão divulgados oportunamente. Tire suas dúvidas aqui

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias