Inep divulga nesta 3ª feira onde haverá adiamento do Enem

Publicado em 01/11/2016 às 3:18
Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem
FOTO: Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem
Leitura:
Enem deste ano teve 8,6 milhões de inscritos. Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem Enem deste ano teve 8,6 milhões de inscritos. Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem Nesta terça-feira (01), às 14h de Pernambuco (15h em Brasília), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgará a relação de prédios que não terão aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no próximo fim de semana porque estão ocupados por estudantes. A nova data provável de realização da avaliação para os participantes que estão lotados nesses locais será 6 e 7 de dezembro, quando está previsto o exame para candidatos privados de liberdade e jovens que cumprem medidas socioeducativas. Para os demais vestibulandos, está confirmada a avaliação nos dias 5 e 6 de novembro. Levantamento inicial do Inep é de que 95 mil participantes terão que fazer o Enem em outro momento. Segundo o jornal O Estado de São Paulo, faltaria tempo hábil para a elaboração de uma terceira versão do exame, tornando a alternativa de realizar a prova juntamente com os presos a mais viável para o Ministério da Educação. Os presos e jovens infratores fazem uma prova diferente, mas, segundo o Inep, com o mesmo rigor e o mesmo grau de dificuldades aplicados aos demais candidatos. A quantidade de questões e as disciplinas das provas são as mesmas. O prazo dado pelo MEC para desocupação das escolas, universidades e institutos terminou ontem. Até o meio-dia de hoje o Inep receberá relatório do consórcio aplicador do exame informando a situação de todos os 16.476 locais de aplicação do Enem e consolidará a lista final dos prédios em que não serão aplicadas as provas em função das ocupações. Essa relação será apresentada na sede do Inep, à tarde, pela presidente do órgão, Maria Inês Fini. Os candidatos afetados pela possível mudança de data devem ser avisados por e-mail, SMS e na Página do Participante, no site do Enem. O exame teve 8,6 milhões de inscritos. Em Pernambuco, 13 locais de provas estavam ocupados até ontem, somando cerca de 12 mil candidatos. Em alguns desses espaços, como no câmpus da Universidade de Pernambuco (UPE) de Petrolina, no Sertão, estava programada uma assembleia para ontem à noite para avaliar a continuação ou não da ocupação.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias